Psiquiatra orienta sobre valorização da vida no encerramento do XIV Simpósio de Universitários

Acontece no Unasp

Escrito por

Ana Flávia Silva

Publicado em

20 Maio 2018

Crédito imagens

Leandro Oliveira

 

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apresentados no XIV Simpósio Universitário do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho, mais de 800 mil pessoas se suicidam anualmente. Os números foram apresentados pela psiquiatra Natalia Biagi, que abordou o tema “Prevenção ao suicídio: precisamos falar sobre isso” na palestra de encerramento do evento no domingo (20).

Leia mais
Simpósio orienta sobre emoções na vida universitária
Emoção acrescenta e fragmenta, afirma psicólogo

O suicídio é a segunda maior causa de mortes entre jovens de 15 a 29 anos. Esta é a razão que faz ser tão importante discutir o assunto com universitários. Por ser um estigma muito grande quando se fala de saúde mental, a maioria das pessoas não sabe identificar os sinais que o precedem ou não os levam a sério.

Para Natalia Biagi, a atenção deve redobrar quando a pessoa aborda o assunto. “Você deve ficar alerta quando a pessoa fala que irá fazer. Neste ponto existe um risco, mesmo que involuntário, de ocorrer”, destaca.

Falar com as pessoas de modo empático é a primeira coisa que aqueles que estão de fora podem fazer. Além de contribuir como for possível para que todos possam ter acesso ao suporte necessário, como terapia e tratamentos.

O diretor de graduação do Unasp, campus Engenheiro Coelho, Francislê Nery, acompanhou a palestra e reconhece a importância da temática para os alunos. “O ser humano é mais do que apenas a busca pelo conhecimento, o que se tende a pensar no ambiente acadêmico. É preciso conhecer a si mesmo e entender as emoções”, afirma.

Natalia Biagi é médica psiquiatra, tem especialização em Psiquiatria da infância e da adolescência pela Unicamp e atualmente é doutoranda em Saúde da criança e da adolescência também pela Unicamp.

Encerramento
Para a coordenadora do Programa de Apoio ao Discente (PROAD) da instituição e organizadora do evento, Ana Perez, ao final do simpósio a sensação é de dever cumprido. “É bom ver que todos saíram daqui com aquilo que queríamos passar: conhecimento”, afirma.

Ao todo 519 universitários acompanharam o evento que contou com palestrantes e profissionais renomados, além de apresentações musicais e até o lançamento da plataforma de vídeos Vitrine Unasp.

O Simpósio de Universitários do Unasp acontece a cada dois anos e aborda temáticas do interesse de universitários e pós-universitários. A escolha do tema é feita após uma pesquisa entre os participantes. A próxima edição do simpósio acontece em 2020.