Universitários participam de Grand Prix de rolimã em Engenheiro Coelho

Acontece no Unasp

Escrito por

Assessoria de Impressa

Publicado em

08 dez 2017

Crédito imagens

Daniel Filho

A experiência inovadora e criativa serviu como método de aprendizagem para os universitários

Alunos universitários da faculdade de Arquitetura do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), em Engenheiro Coelho (SP), foram desafiados a construírem um carro sem motor com rodas de rolimã e materiais reciclados, usando conceitos aprendidos durante o semestre em uma das disciplinas da faculdade que ensina desenvolver design de móveis e objetos. O projeto resultou na criação de 15 carrinhos de rolimã e uma competição nos padrões dos grandes prêmios de automobilismo.

A experiência inovadora e criativa serviu como método de aprendizagem para os universitários. Em cada fase do projeto, o engajamento de cada componente das equipes foi fundamental para o empreendimento experimental, como explica a professora e uma das organizadoras do projeto, Cibele Eller. “Além de desenvolver o desenho e a concepção dos projetos, cada aluno participou ativamente da construção de todas as fases do projeto prático e da organização do evento”, explicou.

Cada detalhe foi pensado dentro dos formatos dos grandes eventos de automobilismo, incluindo itens como identidade visual, logotipo, bandeira, uniforme e equipamentos de segurança para competir no Grand Prix final. O que era apenas teoria virou realidade. “Normalmente a gente termina apenas no desenho do projeto. Agora nós inovamos e colocamos o desafio para montar na pratica o desenho da disciplina. Então eles as dificuldades deste processo e procuraram soluções para ampliar o conhecimento”, comentou.

Escuderias
Durante o processo criativo, as equipes ganharam nomes como, Blue, Zigcar, Pocotó, Pullo Loco, Hermes, Foxers, Spidermã, Bat Unasp, Arq Furious, Spees Cards, Rocket, Christmas, Fawkes, Wyvern e Steve. Além da nota para concluir a disciplina na faculdade, os alunos concorrem aos prêmios de melhor design, melhor performance, mais inovador e melhor escuderia.

A responsabilidade da nota na faculdade fez cada componente da equipe enfrentasse os desafios em busca do melhor desempeno dos rolimãs. Animado com a ideia, Hudson Costa, que cursa o sexto período da faculdade de Arquitetura não perdeu tempo. “Definimos o nome da equipe e realizamos alguns desenhos do carrinho. O processo de construção foi com vários croquis, mas devido ao processo de construção ser artesanal, o trabalho foi intenso”, afirmou.

Além do esforço para a criação dos desenhos, a construção tinha que usar materiais de reuso, ou seja, reciclados. “Um projeto totalmente ambientalmente correto. Usamos madeira reaproveitada e materiais reutilizados”, lembra.

Para conhecer a melhor equipe e rolimã, o Grand Prix teve volta classificatória para a ordem de largada do grid. Com a bandeirada inicial, o talento dos futuros arquitetos foi visto com muita velocidade em um circuito montado dentro do Unasp. “Eu acho que foi um grande aprendizado na disciplina. Aprendemos não só o desenho do projeto, mas a construção do projeto com suas funcionalidades”, avaliou o universitário.

Para a professora Cibele Eller que coordenou o projeto, a missão de ensinar foi cumprida. “Com certeza, eu acho que eles entenderam mais facilmente, de forma visível e prática os conceitos ensinados em classe de aula. Isso até na hora da corrida”, concluí. O projeto também foi acompanhado pelo professor Álvaro Peterson, que é ator, dublador e interprete, sendo um dos criadores do seriado Rá-Tim-Bum.

Destaques
A competição teve duas provas. Pela manhã, os destaques foram as equipes Pollo Loco (Melhor Design), Blue (Melhor performance), e a ZigCar que faturou dois destaques (Mais inovador e Melhor Escuderia).

Na prova realizada no horário da noite, a equipe levou dois prêmios (Melhor Design e Melhor Escuderia). Já as equipes Rocket (Melhor performance e Christmas (Mais inovador) fecharam o pódio.