Universitárias do Unasp apresentam pesquisa em Jornada Ibero-americana de educação

Cultura e Ciência

Escrito por

Gisele Calisto

Publicado em

03 set 2019

Estudo revela três aspectos que desestimulam crianças no estudo da matemática no Brasil

Universitárias da faculdade de pedagogia do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho, foram aprovadas para apresentar projeto de pesquisa na IV Jornada Ibero-Americana de Pesquisas em Políticas Educacionais e Experiências Interdisciplinares na Educação. O estudo das futuras pedagogas, Rita dos Santos e Leandra Costa, aborda os desafios da aprendizagem da matemática no Brasil e identifica três fatores que dificultam o desenvolvimento das crianças com os números.

A iniciação científica dos universitários do Unasp acontece ainda nos primeiros semestres dos cursos. Um diferencial que amplia a possibilidade de interação com pesquisa e a formação de novos conhecimentos. O estudo aprovado na Jornada Ibero-Americana é um exemplo. Seu objetivo foi abordar os desafios na aprendizagem da matemática no Brasil, uma vez que estudantes brasileiros tem dificuldades para aprender a matéria em salas de aulas.

Rita dos Santos e Leandra Costa conseguiram identificar três fatores fundamentais que desaceleram ou inibem o aprendizado dos conteúdos da disciplina de matemática.

Três desafios
O primeiro item identificado é a falta de familiaridade com o conteúdo através de imagens fora da sala de aula, como acontece com as palavras, que servem de estimulo para a prática do aprendizado em língua portuguesa. “Se a matemática não é introduzida para a criança em coisas que são familiares para ela, dificilmente vai compreender plenamente”, destaca Rita.

Já o segundo aspecto identificado no estudo que aborda os desafios da aprendizagem da matemática no Brasil, destaca a falta de relacionamento com o educador. Crianças que por algum motivo não gostam do professor, criam bloqueios na aprendizagem por se sentirem inseguros ou decepcionados.

Por fim, o terceiro motivo apontado apresentado na pesquisa, é o baixo interesse do aluno. “Quando uma criança tem muita dificuldade em resolver as operações, isso a desmotiva e ela acaba deixando de lado essa matéria que é tão importante. Muitas são as pessoas que têm traumas dessa matéria por fracassos no passado, e seguem com um bloqueio até a vida adulta”, relata.

Novas descobertas
A aprovação da pesquisa e sua apresentação no IV Jornada Ibero-Americana de Pesquisas em Políticas Educacionais e Experiências Interdisciplinares na Educação animou as universitárias. “Espero que traga novos conhecimentos, serão diversos pesquisadores apresentando trabalhos e ideias novas para área da educação”, finaliza. As estudantes são bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), que forma professores na área de licenciatura. A Jornada acontece de 04 à 06 de setembro de 2019 na cidade de Salvador (BA). Detalhes do evento você acompanha na página oficial do encontro.