Profissionais de saúde recebem cartas de gratidão dos alunos do Colégio UNASP

Impacto Social

Escrito por

Redação

Publicado em

16 set 2020

Profissionais de saúde recebem cartas
Mais de 160 cartinhas de agradecimento foram escritas aos profissionais de saúde do município de Hortolândia.

Alunos do sexto ano do Ensino Fundamental II do Colégio UNASP Hortolândia foram desafiados a escreverem cartas à mão para homenagear os profissionais de saúde do município. O objetivo é que eles falassem sobre o empenho destes profissionais durante a pandemia e ao mesmo tempo agradecessem pelo serviço de cada um deles. Mais de 160 cartinhas foram escritas e nesta manhã, dia 16 de setembro, as primeiras cartas foram entregues aos profissionais de plantão do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Hortolândia.

Correspondência infantil

Socorristas, enfermeiros, médicos, motoristas e atendentes do SAMU de Hortolândia receberam as cartinhas dos alunos com surpresa nesta quarta-feira.“Eu achei sensacional, porque a gente está aí praticamente há cinco meses batalhando nesta pandemia e pouquíssimas vezes a gente recebeu uma demonstração de carinho, a maioria das vezes nem mesmo um muito obrigado recebemos”, comentou Daniel Wurzler, médico regulador do SAMU, que ganhou uma cartinha.

Sobre o que estava escrito, o médico descreveu: “na hora que eu abri a cartinha, li que uma garotinha me agradecia pelo que faço e ainda disse que um dia quer ser médica.  Foi muito gostoso ler isso”, contou ele sorrindo.

A técnica de enfermagem do SAMU, Fabiana Lopes também ficou feliz com a homenagem inesperada.  “Recebi uma cartinha de próprio punho, deste jeito não tem como copiar e colar. Aos 11 anos as crianças ainda são muito sinceras e por isso, é muito emocionante saber que eles admiram a gente, que eles estão orando pela gente e desejando nosso melhor e de nossa família”, disse Fabiana emocionada.

Mulheres do SAMU lendo as cartas
Profissionais de saúde se emocionam ao ler as cartinhas

Sentimento de gratidão

De acordo com o diretor do Colégio Unasp Hortolândia, Marcel Barreto, esse projeto não é uma simples atividade acadêmica. “Sim, nossos alunos trabalharam com uma produção de texto, mas também puderam refletir sobre cidadania, amor ao próximo e principalmente, puderam demonstrar gratidão a estes importantes profissionais”.

O diretor conta que projeto envolveu alunos de 10, 11 e 12 anos, e o fato destas crianças escreverem para adultos também foi um desafio. “A responsabilidade de escrever para um profissional adulto, que está auxiliando a população, deixou nossos alunos reflexivos. E temos certeza que esta experiência é um aprendizado que eles vão levar pra vida deles”.

Profissionais e heróis

De fevereiro até agosto, mais de 260 mil profissionais da área de saúde foram infectados pela Covid-19 no estado de São Paulo. Profissionais que além de colocar a própria saúde em risco, também lidaram com o atendimento e morte de milhares de pessoas. 

No SAMU, que é um serviço responsável por diversos atendimentos de urgência, a ansiedade e estresse por lidar com uma doença relativamente desconhecida, permeou o dia a dia destes profissionais.

“Desde que começou a pandemia o nosso estresse aumentou, porque triplicou a quantidade de ocorrências que a gente atendia. Hospitais, todos lotados! E uma vez que a gente embarca um paciente a gente precisa encontrar uma unidade que tenha vaga. Nos preocupamos com a população e também de não estar levando nada pra casa, para garantir a segurança de nossa família”, conta Wurzler.

O diretor do Colégio UNASP afirma que ver o sorriso dos profissionais lendo as cartinhas dos alunos, demonstra que o objetivo da homenagem foi alcançado. “Por motivos de segurança as crianças não puderam vir fazer a entrega, mas vamos contar pra eles como foi bom ver a alegria destas pessoas lendo as cartinhas”, sobre o projeto das cartas ele ainda acrescentou: “a iniciativa dos alunos não anula os desafios enfrentados por estes profissionais, mas é um pequeno reconhecimento de nossa instituição pelos serviços que eles tem prestado”.

Equipe do SAMU Hortolândia
A primeira entrega foi realizada no SAMU de Hortolândia, mas outras entregas ainda devem acontecer nos próximos dias.