Direitos e deveres humanos são discutidos na 12º Semana de Psicologia

Não Classificado

Escrito por

Redação

Publicado em

01 set 2015

“Responsabilidade é a capacidade de responder por si mesmo, pelas suas ações, sua conduta, seus sentimentos, seus pensamentos e escolhas”, resume Belisário Marques no dia do encerramento da 12ª Semana de Psicologia do Unasp. Segundo o convidado, o tema da semana – “Direitos Humanos”- é fundamental e desafiador.

“Não existe a possibilidade de a pessoa ter direitos sem ter obrigações. Só que é muito fácil, dado a educação dessa nova geração, só ter benefícios, porque eles ‘não podem sofrer’”, frisa o convidado. Marques participou de todas as semanas de psicologias já realizadas desde a fundação do curso no campus São Paulo.

Ao falar das responsabilidades de cada indivíduo, o palestrante preocupou-se em conscientizar os alunos da importância de se ter uma vida com metas e compromissos, assumindo riscos e responsabilidades para alcançar o sucesso. Segundo o psicólogo, o crescimento vem quando há dificuldades. “Se a pessoa não aprender a assumir responsabilidades não é possível ter sucesso na vida”, frisa.

A semana dividida em subtemas foi conduzida pelos próprios alunos do curso em suas turmas. As manhãs e noites de evento foram programadas com relatos de experiência, debates, representações, palestras e outras atividades interativas e atrativas. Este é o segundo ano que as turmas organizam os detalhes do programa sob a orientação da professora Tercia Barbalho, coordenadora do curso de Psicologia do Unasp desde a abertura do curso.

Segundo a coordenadora, o envolvimento dos alunos na organização do evento tem sido uma experiência recompensadora para docentes, discentes e participantes. “Brilhantemente eles têm desenvolvido competências e habilidades, surpreendendo a cada programa com as características e a riqueza que os alunos trazem no cumprimento das tarefas; a forma criativa e inteligente, mobilizando a todos.”

Kristiely Sena é formanda do curso de Psicologia e participou da organização do evento pelo segundo ano. A aluna sente o peso da responsabilidade e ao mesmo tempo percebe que o evento ganhou outro significado com o envolvimento dos alunos. “Quando a gente se envolve, a gente dá muito mais valor. Vemos o quanto isso é necessário para o nosso desenvolvimento. Gosto de estar na organização porque me acrescenta muito mais”, explica a representante do 10º semestre.

Uma semana relevante para Nailson Alves
Para o aluno do segundo semestre do curso, a semana foi muito interessante. Nailson destaca as discussões e apresentações que envolveram a sexualidade e a violência contra crianças, assim com os relatos de experiência apresentados. “Creio que as palestras e atividades aqui desenvolvidas serão muito úteis para minha carreira profissional, porque trabalhamos com pessoas. Devemos entender quais são os nossos direitos; em relação ao nosso próximo, onde podemos ou não ir, e assim respeitar cada pessoa”, explica.

Conhecimento prático para Laura Torres
A aluna do 6º semestre destaca os talentos que pôde utilizar e ver em outros colegas ao participar ativamente da semana de Psicologia. “Com certeza, como psicóloga, vou usar todos esses conhecimentos aqui passados, porque nós tivemos aqui relatos de experiências de psicólogos que falaram o que realmente funciona na prática. Assim conseguimos visualizar melhor como o psicólogo trabalha, assim podemos nos preparar melhor”, frisa Torres.

Entre as temáticas apresentadas durante a semana com a participação de convidados e profissionais de diferentes áreas, estavam o Direito a Liberdade Religiosa, o Direito da Criança e da Mulher, o Direito do Consumidor e o Liberdade e Responsabilidade.

“Se cada um cumprir seus deveres, todos os direitos humanos estarão sendo respeitados. E é este equilíbrio que nós buscamos trazendo esse tema para a Semana da Psicologia no centenário do Unasp”, pontua a coordenadora do curso Tercia Barbalho.

 

por Ana Paula Ramos