Tom de Vida completa 30 anos e comemora com musical inédito

Acontece no Unasp

Escrito por

Glória Barreto

Publicado em

11 set 2019

Esse ano o grupo Tom de Vida completou 30 anos e para comemorar esta conquista, no último sábado (07), o Unasp Hortolândia apresentou um musical especial, reunindo cantores e músicos que fazem parte da história do grupo. A apresentação que durou em média de duas horas, contou com depoimentos de ex-integrantes e ex-diretores do grupo, homenagens, momentos de gratidão e é claro, muita música.

O grupo Tom de Vida virou praticamente um “coral”, pois estiveram presentes 134 pessoas, entre integrantes e ex-integrantes, que cantaram uma seleção de músicas representando um pouco do que foi produzido nos últimos 30 anos de carreira.  “Nós passamos por 37 músicas do repertório do Tom de Vida, escolhemos músicas que foram gravadas, que marcaram gerações, reunidas em medleys temáticos e músicas inteiras com releitura”, explicou o atual diretor do grupo, Sebastião Junior.

Maise Lessa que na época tinha o apelido de Tota e cantou no Tom de Vida em 1989, contou que há 20 anos não vinha ao Unasp Hortolândia. Para ela, a experiência de revisitar o campus, rever amigos e poder cantar novamente as músicas do Tom de Vida, foi algo único. “Eu tenho muito carinho pelo Unasp, na época em que eu estudava ainda se chamava IASP.  Voltar aqui, andar pelo bosque, entrar no refeitório, rever amigos tem sido muito especial para mim”, contou Tota sorrindo.

Um pouco de história

O fundador do grupo Tom de vida, Lineu Soares, esteve na direção do grupo por 10 anos.

No ano de 1989 nascia o grupo musical Tom de Vida, fundado pelo maestro Lineu Soares, que reuniu alunos que se destacavam no coral, do então IASP. “Na época eu cuidava do Coral do IASP, mas para dar mais mobilidade e divulgar as músicas do coral, eu resolvi montar um grupo musical, porque levar um grupo para uma apresentação era mais fácil do que todo um coral. O início foi difícil, como todo início, mas o grupo foi ficando conhecido, cresceu e é muito bom saber que continua atuante até hoje”.

Segundo Claudio de Jesus, que fez parte da primeira formação, o grupo Tom de Vida foi resultado da união de dois conjuntos, um masculino e outro feminino. E foram estes jovens, em reunião com o maestro Lineu Soares, que escolheram o nome do grupo.  Cláudio lembra como surgiu a ideia: “Vários nomes foram sugeridos e nós chegamos a conclusão de que o nome deveria ser composto. Não como Oásis ou Sol, e sim, Tom de Vida. Porque nós queríamos uma música que desse vida, desse alegria para as pessoas. Daí o nome Tom de Vida”.

Muitos dos que cantaram no grupo Tom de Vida, seguiram carreira na música, como Joyce Carnassale, Leonardo Gonçalves, Riane Junqueira, Joice Zanardi, Vanessa Oliveira,  Marcelle Fonseca, entre outros, que estiveram prestigiando o evento.

“Para mim, este foi um lugar das primeiras vezes. Primeira vez que fiz um solo, primeira vez que cantei em um conjunto, primeira vez que entrei em estúdio para gravar. Foi a experiência de cantar com o Tom de Vida, de trabalhar e aprender com o Lineu Soares, que meu deu base para começar minha carreira”, destacou Leonardo Gonçalves.

“Foi a experiência de cantar com o Tom de Vida, de trabalhar e aprender com o Lineu Soares, que meu deu base para começar minha carreira”, contou Leonardo Gonçalves

Para ver ou rever a programação

Quem ficou interessado em assistir o musical dos 30 anos do Tom de Vida, vai ter essa opção, o programa foi gravado e deverá estar disponível na internet no início de 2020. Por enquanto,  confira as fotos do musical Tom de Vida 30 anos clicando aqui.