Semana de Ênfase Espiritual aborda prioridades da vida e motiva universitários em Engenheiro Coelho

Acontece no Unasp

Escrito por

Raiane Lívia

Publicado em

19 mar 2019

Crédito imagens

Divulgação

O dia mundial do jovem adventista foi comemorado com uma programação especial organizada pelos universitários

Termina neste sábado (23) a Semana de Ênfase Espiritual do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho, com a participação do líder de jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia para a América do Sul, pastor Carlos Campitelli. Muito dinâmico, ele aborda temas ligados a relevância e importância das prioridades da vida ainda na universidade.

No sábado (16) comemorou-se o Dia Mundial do Jovem Adventista. Com o tema “Adote”, o programa envolveu milhões de jovens ao redor do mundo no propósito de ajudar ao próximo. O dia foi dedicado para oferecer apoio às pessoas em situação de vulnerabilidade. A data surgiu no dia 13 de março de 2013, e desde então, é celebrada com o desenvolvimento de atividades em benefício da sociedade. A ação fez parte da Semana de Ênfase Espiritual.

I am the Church

Os universitários reuniram-se em uma outra programação especial de relatos das diversas ações desenvolvidas durante o ano. O tema do evento foi I am the Church (Eu sou a Igreja) e teve como objetivo incentivar outras pessoas a participarem de projetos sociais desenvolvidos no Unasp.

Experiências de ações sociais desenvolvidas por alunos marcaram a programação.

A narração dos trabalhos voluntários desenvolvidos pelos alunos foi o ponto chave do programa. Uma das histórias foi a da estudante de Arquitetura, Emilly Pinheiro que escolheu dedicar suas férias para realizar voluntariado no Chade.

O país está localizado no Centro-Norte Africano e tem 75 % do seu território coberto pelo deserto do Saara. Nessas terras áridas, Emilly dedicou seu tempo realizando ações educacionais com crianças daquele local. “A experiência foi muito legal porque eu pude ver que através do amor podemos ajudar as pessoas. Nós levamos coisas simples, mas para aquelas crianças fez toda a diferença e isso foi muito bom”, relatou.

Bruno Barreto já passou por turbulências, envolvido com drogas viu sua vida se perdendo sem propósito. Um dia recebeu atenção de um grupo de jovens que passava pelas ruas e o convidou para uma programação diferente.

A partir desse dia Bruno mudou suas prioridades e seguiu novos planos de vida. Atualmente ele cursa teologia no Unasp e dedica parte do seu tempo participando do projeto Naamã, trabalho realizado em clínicas de reabilitação de dependentes químicos. “Esses jovens foram uma igreja para mim e eu preciso ser para alguém também, por isso dedico meu tempo para ajudar outros”, declarou Barreto.

I Will Help

Durante o evento aconteceu o lançamento do projeto I Will Help desenvolvido pela pastoral universitária. A proposta tem o objetivo de arrecadar recursos para ajudar países da região Sul da África. Essas ofertas irão auxiliar as crianças africanas a permanecerem na escola.