Primeira defesa de Mestrado do Unasp aborda o perfil dos alunos da educação Adventista

Profissão e Mercado

Escrito por

Raiane Lívia

Publicado em

30 jul 2018

A rede de Educação Adventista está em constante crescimento. São 230 mil alunos, 17 internatos e 440 unidades escolares espalhadas por todo território brasileiro ensinando valores que se estendem por toda a vida. O Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), Campus Engenheiro Coelho, faz parte desta filosofia educacional e é referência em educação, papel que exerce há 35 anos na Região Metropolitana de Campinas.

A proposta pedagógica da rede Educacional Adventista, conforme especificado em seu propósito, procura atender às necessidades gerais de aprendizagem, formando alunos pensantes e críticos. O processo educativo de forma integral é a característica principal da Educação Adventista. Sempre incentivando a teoria e prática. A rede de ensino entende que tanto educadores quanto educandos podem ensinar e aprender.

Ao longo de toda a história, o Unasp Campus Engenheiro Coelho formou vários profissionais de Educação na graduação, em específico, nas licenciaturas. O Centro Universitário oferece pós-graduações em diversas áreas na modalidade lato sensu – Especialização e agora também Stricto Sensu – Mestrado. Em agosto de 2016, conforme proposto em seu Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), deu início ao curso de Mestrado Profissional em Educação.

A primeira defesa do Mestrado Profissional em Educação do Unasp foi apresentada pela Professora Creriane Lima. O perfil dos alunos de uma rede confessional sob o olhar da Educação Integral foi o tema desenvolvido em seu trabalho de conclusão. Creriane estudou em Colégio Adventista durante toda a sua vida. Escolher abordar esse tema em um momento importante como a conclusão de uma pós-graduação, foi a oportunidade que encontrou para auto avaliar todos os conceitos adquiridos durante toda sua trajetória. “Todas as vezes que a gente analisa as nossas bases, no caso a filosofia que sustenta a educação adventista e a prática educacional, no caso o perfil discente, isso permite a gente um momento de auto ajuste nos rumos, um momento de conhecimento do contexto que está acontecendo”, explica.

A educação integral é uma concepção que compreende que a educação deve garantir o desenvolvimento em todas suas dimensões: intelectual, física, emocional, social e cultural. O professor Doutor Milton Torres, avaliador da banca, afirma ser importante abordar sobre o assunto pois serve até mesmo como uma contribuição para esse sistema educacional. “Através desse trabalho ela pôde dar sugestões de como aperfeiçoa-lo e melhorar um sistema que já está sendo utilizado pela rede adventista de educação. Ela não cumpriu só uma exigência acadêmica, mas contribuiu para o próprio sistema que durante tanto tempo tem servido”, comenta.

A professora Creriane Lima fez parte da educação adventista, primeiro como aluna e hoje como professora. A escolha do seu tema foi um reflexo dos anos sendo parte dessa história. “Eu escolhi esse tema porque eu sou uma pessoa convertida a educação adventista, mas não foi sempre assim. Quando eu descobri o valor da educação adventista então eu decidi que gostaria de canalizar as minhas energias para estudar o que pudesse favorecer justamente este firmamento da identidade adventista”, declara.