Parceria entre Unasp-EC e Arpejo rende prêmios

Não Classificado

Escrito por

Redação

Publicado em

10 dez 2014

No final de novembro, a Arpejo, agência de publicidade localizada em Campinas, recebeu quatro prêmios no maior festival de publicidade do interior paulista, o MidiaFestival da Associação dos Profissionais de Propaganda de Campinas. Desses, três prêmios foram para trabalhos realizados em parceria com o Unasp-EC. “Em todos os trabalhos que recebemos, tentamos sempre dar o nosso melhor. Os trabalhos do Unasp-EC, em sua grande maioria, são desafiadores, pois os trabalhos são do tamanho da instituição”, conta Fábio Ramos, diretor da agência.

Recebeu Prata na categoria “jingle” com a campanha Viver É Bom para a empresa Superbom. Direção de marketing de David Oliveira e Marlon Miranda, ex-aluno do Unasp-EC, letra e música são de autoria de Pedro Valença, aluno do curso de Música da instituição.

Outro prêmio foi Ouro na categoria “campanha integrada”, com a campanha do dia dos namorados para o Cliente Veiling Holambra, com direção da Thamara D'Angieri,que teve como ponto principal um Flash Mob, onde muitos alunos do Unasp participaram interpretando a música All We Need is Love ao vivo, na praça de alimentação do Parque D. Pedro Shopping.

E por último, Prata na categoria “desgin”, com a revista comemorativa dos 30 anos do Unasp-EC. Um projeto gráfico teve a participação efetiva de mais de 30 pessoas dos cursos Publicidade e Propaganda, e Jornalismo, colaborando com fotografia, texto e revisão.

“É muito gratificante ser reconhecido pelo mercado e por outras agências,  por um trabalho que você desenvolveu, isto nos deixa com bastante orgulho. Trabalhamos muito para chegar até aqui”, comemora Ramos.

Entre seus funcionários e colaboradores, a agência Arpejo têm muitos ex-alunos do Unasp-EC. “Em sua maioria, os alunos do Unasp-EC, são pessoas com bons conhecimentos na área, possuem muita motivação e querem crescer profissionalmente. A formação cristã da escola reflete na conduta deles também. Estes são pilares que uma empresa busca em um profissional, que são facilmente encontrados nessa instituição”, explica o diretor da agência.

“Sabe como vencemos esta concorrência? Fizemos praticamente o modelo que nossos alunos são orientados a produzir no Trabalho de Conclusão de Curso, o famoso e temido Prex (Projeto Experimental). Seguimos o mesmo padrão de metodologia, a diferença é que, ao invés de 6 meses, produzimos em 2 semanas. O resultado fui uma vitória convincente. Agradeço aos responsáveis por conduzir com tanta qualidade o nosso trabalho de conclusão de curso. Isto faz a diferença na vida de nossos alunos”, conclui Fábio Ramos.