Palestra sobre empreendedorismo motiva universitários do Unasp

Profissão e Mercado

Escrito por

Raiane Lívia

Publicado em

27 Maio 2019

Crédito imagens

Divulgação

 

O encontro foi organizado pela empresa júnior Metta consultoria

Direito empresarial esteve entre os temas apresentados no encontro.

A empresa júnior Metta Consultoria, das Faculdades de Ciências Contábeis e Administração do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho, realizou no domingo (26) um bate-papo falando sobre empreendedorismo. O encontro abordou os processos que são necessários para o bom funcionamento de uma empresa, economia e as dicas de como conseguir montar seu próprio negócio.

Estiveram presentes como palestrantes o advogado especialista em direito empresarial Antônio José Iatarola e o economista Haroldo Torres. Os convidados apresentaram conceitos e incentivos que são essenciais para quem busca ter sucesso em um empreendimento.

Segundo o advogado Antônio José Iatarola, o mercado de trabalho está em mudança. Poucos anos atrás era comum a figura do empregado. As pessoas se preparavam profissionalmente com uma visão mais forte na perspectiva de funcionário. Hoje, a visão mudou e o espírito de empreendedor é uma das principais apostas de muitos profissionais. “Essa é uma grande revolução que estamos passando. Nós temos que nos preparar para o mercado de hoje”, afirmou Iatarola.

Recentemente repercutiu na internet a experiência de uma jovem que afirmou acumular uma poupança milionária no auge dos seus 22 anos, tudo isso num curto espaço de tempo. A experiência gerou desconfiança em alguns e frustração em outros que estão iniciando no ramo empresarial, causando questionamento quanto a seu retorno financeiro.

A aluna do curso de Administração, Léia Rufino, compartilhou sua experiência no ramo empreendedor.

Para o professor e economista Haroldo Torres, estudos apontam, em casos como esse, uma ação irracional do ser humano. Algumas estatísticas americanas apontam que 74% dos gestores apresentam um excesso de confiança se considerando sempre acima da média do mercado. “Se você entrevistar a pessoa que ganha pouco ela tende a falar que ganha muito, se ela ganha muito ela vai falar que ganha pouco. Então na prática ela sempre vai acabar superestimando ou subestimando a nossa capacidade”, explicou Torres.

Ao final do evento foi apresentada um panorama sobre o trabalho realizado pela Metta Consultoria. A empresa surgiu como laboratório experimental para alunos em 2014 e desde então tem servido na prática profissional capacitando os universitários para o mercado de trabalho. Além do benefício no ambiente acadêmico, a comunidade também usufrui dos serviços prestados desde a área de contabilidade até consultoria. “Não se trata apenas de um aprendizado em sala de aula, mas de algo na prática, com empresas reais. Quem passa pela Metta com vontade de ajudar sai com outro espírito, sai com vontade de ser empreendedor”, confirma Airton Bauermann, coordenador da empresa júnior.