Pais e filhos brincam juntos no Dia de Fazer Arte

Acontece no Unasp

Escrito por

Gloria Barreto

Publicado em

20 fev 2020

Pais e filhos puderam participar juntos de todas as atividades do dia.

O Dia de Fazer Arte reuniu no último domingo, 16 de fevereiro, dezenas de crianças, alguns pais e claro, muita diversão. O evento aconteceu na Escola de Artes do Unasp Hortolândia, com atividades diversas, como: musicalização, instrumentos de brinquedo, aula de pintura, algodão doce, entre outras possibilidades recreativas.

O Dia de Fazer Arte acontece semestralmente desde 2010 e visa atrair alunos para as aulas de desenho e musicalização. Ao mesmo tempo apresenta aos pais como funcionam as aulas e quais as possibilidades de crescimento e aprendizagem de seus filhos, a partir de uma educação musical.

Primeiro Momento

A programação começou no auditório com a participação dos pais e alunos em uma palestra sobre o valor da musicalização no desenvolvimento da criança. Que longe de ser uma aula teórica é uma aula prática, e assim os pais visualizam o quão divertido e criativo podem ser as aulas de musicalização.

Na palestra os pais participaram da simulação de uma aula de musicalização.

“Nesta palestra aos pais, cada professor de turma explica todos os conteúdos e objetivos trabalhados em cada nível. Assim o pai compreende a forma lúdica que a teoria musical é ministrada nas aulas. Porque nosso principal objetivo é mostrar de uma maneira mais agradável, a proposta da escola em relação ao projeto de musicalização infantil”, explicou a diretora da Escola de Artes, Thatiana Lucksch.

Oficinas

Depois da palestra os grupos foram divididos segundo as faixas etárias das crianças e, desta forma, pais e filhos tiveram a oportunidade de realizar juntos as atividades das diferentes oficinas. A integração aconteceu, porque muitos pais e dispuseram a cantar, brincar com instrumentos infantis e até se arriscaram nas artes, pintando e desenhando com os filhos.

Segundo as organizadoras do evento, a palestras e as oficinas servem para mostrar a importância da musicalização no desenvolvimento infantil. Porque longe de ser apenas uma brincadeira dirigida é um ensino de introdução de ritmo, sons e teoria musical.

“A criança que faz musicalização aprende sociabilizar, aprende a seguir rotinas, desenvolve o corpo, ritmo, melodia, coordenação motora. Porque não é um ouvir passivo, é ativo e direcionado, com objetivos específicos para cada atividade”, enfatizou a coordenadora dos cursos de musicalização da escola de artes, Patrícia Arantes.

As aulas de musicalização acontecem uma vez na semana e duram em média 45 minutos, com um grupo de no máximo 10 alunos. As turmas são divididas nos seguintes níveis:

Para mais informação entre em contato com a Escola de Artes: (19) 2118 – 8172