Momento de decisão

Não Classificado

Escrito por

Redação

Publicado em

20 out 2014

No segundo semestre de todos os anos, muitos alunos do terceiro ano do ensino médio estão passando pelo momento mais importante de suas vidas: escolher um curso superior. É por isso que o Colégio Unasp oferece apoio aos estudantes que estão se formado para esta difícil decisão. Anualmente, o Unasp, campus São Paulo e Engenheiro Coelho, realizam uma Feira de Profissões com a finalidade de instruir os alunos nos cursos oferecidos pelas instituições. Além disso, testes vocacionais e orientações individuais também são destinados aos adolescentes.

O estudante do terceiro ano, Melquesedeque Vieira, pretende fazer Engenharia Civil e conta que desde criança teve interesse na área por gostar muito de cálculos e pelo incentivo familiar. “Conversei com alguns professores que me orientaram a continuar com a decisão, porque Engenharia é uma área em expansão no mercado de trabalho”, revela. Melquesedeque ainda pontua a importância de uma orientação profissional em uma situação como essa.

“Direito para mim é o curso em que vou me realizar profissionalmente, pois quando o escolhi, nunca mudei de opinião”, assegura a estudante do terceiro ano, Noemi Maia. Ela conta que se identifica com a profissão e pretende se especializar futuramente. “Estou muito empolgada em saber que o curso abrange muitas áreas. Quero entrar logo para a faculdade!”, explana.

Para Melquesedeque e Noemi, dúvidas nesse momento sempre existem e buscar ajuda de um profissional é sempre uma boa alternativa. Noemi conta que fez testes vocacionais para saber qual curso combinava mais com o seu perfil, o que reforçou mais sua vontade de fazer Direito. “Eu poderia escolher entre Direito, Jornalismo e Psicologia”, completa. Sem a orientação dos professores, Melquesedeque também encararia o momento de escolher o curso com dificuldade.

Maristela Vieira trabalha na organização de Feiras de Profissões para os Tri Campi Unasp e orienta alunos do segundo e terceiro ano em testes vocacionais. Ela conta que essa iniciativa “é importante porque os alunos nessa idade estão confusos com relação à escolha da graduação. Muitos não sabem o que querem e não conhecem todos os cursos, então, a Feira de Profissões pode ajudar”, complementa.

Noemi opina: “Acredito que é muito importante eu ser cuidadosa ao escolher meu curso, pois será a minha fonte de renda no futuro. Começar uma graduação sem ter certeza é muito prejudicial”. Após a escolha do curso, o aluno precisa estudar bastante e prestar vestibular para a universidade onde pretende estudar. “Você precisa estar convicto de que escolheu o curso certo. Depois estabelecer seus objetivos, saber aonde quer chegar e depois ralar muito”, acrescenta Melquesedeque.