Inventário De Práticas Docentes Que Favorecem a Criatividade: Estudo De Adaptação E Evidências De Validade.

UNASP Ciência

Escrito por

Redação

Publicado em

20 jan 2021

· Pesquisa: Inventário de práticas docentes que favorecem a criatividade: estudo de adaptação e evidências de validade (Educação em Revista, v. 36,e231110, 2020; DOI: https://doi.org/10.1590/0102-4698231110)
· Autores: Doris Barrinuevo Martins de Lima (Casa Publicadora Brasileira); Gildene do Ouro Lopes Silva (Centro Universitário Adventista de São Paulo).
· Linkhttps://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-46982020000100290&script=sci_abstract&tlng=pt

A pesquisa responde a qual pergunta?

Considerando a importância da reflexão docente sobre suas práticas educativas para o desenvolvimento do potencial criativo, quais as evidências de validade, para o Ensino Médio, do Inventário de Práticas Docentes que Favorecem a Criatividade no Ensino Superior?

Por que isso é importante?

Ainda que o reconhecimento da criatividade nas ações educativas seja recente, com o passar dos anos torna-se cada vez mais necessário repensar a educação pelo viés da criatividade nas orientações metodológicas. O desenvolvimento da criatividade no contexto escolar tem sido um dos desafios que a escola enfrenta, principalmente quando se espera do professor o uso de estratégias de ensino mais adequadas que favoreçam à criatividade. Essa necessidade requer práticas de ensino com vistas à promoção de um ambiente que facilite a expressão criativa do estudante.

Quais foram os resultados?

O instrumento de avaliação utilizado na pesquisa foi o Inventário de Práticas Docentes que Favorecem a Criatividade no Ensino Superior, desenvolvido por Alencar e Fleith – ambas pesquisadoras nas áreas de Educação e Psicologia –, em 2004,  que é constituído por 38 itens com cinco pontos que variam entre “discordo plenamente” e “concordo plenamente”. Como método de avaliação, ele foi aplicado, com algumas adaptações, a 1.118 estudantes do Ensino Médio de uma rede particular de São Paulo com idade média de 16,3 anos. Em suma, a análise fatorial resultou em um inventário composto por 35 itens e confirmou quatro fatores: o incentivo a novas ideias; o clima para a expressão de ideias; procedimentos tradicionais de ensino; e o interesse pela aprendizagem do aluno.
Assim, o Inventário de Práticas Docentes que Favorecem a Criatividade no Ensino Médio constitui uma ferramenta que abre novas perspectivas para fins de futuras pesquisas e auxilia nas atitudes em âmbito educacional quanto ao estímulo da criatividade. Sua validade para a pesquisa se comprava como fim último para a contemporaneidade: professores aptos para lidar, de forma criativa, com a formação de alunos igualmente criativos.