Escola de Artes realiza Musicaria durante as férias escolares

Acontece no Unasp

Escrito por

Sabrina Girotto

Publicado em

25 jul 2019

Oficina de artesanato ao ar livre.

Idealizado e coordenado pela direção da Escola de Artes, o 1º Encontro Infantil de Férias do campus, chamado de Musicaria, está acontecendo entre os dias 22 a 25 de julho no complexo da Escola de Artes. O projeto traz como proposta uma semana de atividades diferenciadas relacionadas a música, arte e diversão para crianças de 4 a 10 anos.

Para esses pequenos participantes, as tardes da última semana de férias estão sendo de muito aprendizado! Divididos por faixa etária, os grupos participam de oficinas como: brincadeiras de roda, canto coral, boonwachers, handbells, música corporal, confecção de instrumentos de sucata, contação de histórias sonorizadas, conhecimento de instrumentos novos e atividades de desenho e pintura.

Oficina de atividades do projeto Musicaria.

 Thatiana Lucksch, coordenadora da Escola de Artes, conta que o projeto surgiu como uma oportunidade de desenvolvimento artístico para as crianças. “Quando chegam as férias, as crianças estão ansiosas por terem atividades diferenciadas do período letivo. Pensando nisto, criamos o Projeto Musicaria como uma oportunidade de demonstrar o que pode ser desenvolvido em termos musicais e artísticos para enriquecer as férias das crianças, além de momentos de reflexão, interação, socialização e recreação. A ideia é que esse encontro promovido pela Escola de Artes e convidados, aconteça todos os anos em nosso campus” conta Thati.

 Thatiana Lucksch, idealizadora do projeto Musicaria.

Andrea Mello, mãe da aluna Marina, relatou que a Musicaria está sendo de grande proveito para sua família. “Todos os dias a Marina acordava perguntando qual seria a brincadeira do dia. No começo das férias era mais fácil, um dia massinha, outro parquinho, outro patinete e por aí vai. Chegando no fim das férias, a gente já vai perdendo a criatividade”, brincou a mãe. “Com ela nas atividades da Musicaria, sei que está bem acolhida e assistida, fazendo atividades divertidas, agradáveis e instrutivas para o crescimento dela. Isso me deixa feliz. Além disso, consigo adiantar algumas atividades que, com ela em casa levariam mais tempo”.

Andrea também contou que desde o momento da inscrição, a pequena estava ansiosa para o começo das atividades. “Quando pergunto sobre como está sendo, ela me responde com um ‘gosto muito mamãe’ e segue cantarolando as músicas que aprende nas oficinas”.