Enaic incentiva pesquisa científica entre universitários

Cultura e Ciência

Escrito por

Raiane Livia

Publicado em

15 nov 2018

Crédito imagens

Raiane Livia

Encontro reuniu cerca de 800 universitários no campus Engenheiro Coelho

O Centro Universitário Adventista de São Paulo é referência em ensino de qualidade no Brasil. Sua missão de educar e ampliar os horizontes de seus alunos passa pelo incentivo a pesquisa. Uma das ações que estimulam a pesquisa acadêmica é o Encontro Anual de Iniciação Científica (ENAIC) que em 2018 chegou em sua vigésima edição no campus Engenheiro Coelho. Foram selecionados para apresentações 330 trabalhos de 16 áreas diferentes de atuação.

Estimular o universitário a dar os primeiros passos na pesquisa científica é uma das missões da educação superior. No Unasp isso é feito continuamente pela Diretoria de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão. O resultado é facilmente visualizado em eventos como o Enaic, realizado no dia 11 de novembro. 330 alunos apresentaram pesquisas realizada por universitários e concluintes do Ensino Médio.

O Encontro apresenta crescimento ao longo de sua trajetória comparado aos anos anteriores. Há cinco anos, em 2013, foram apresentados 247 artigos. Em 2014 o número subiu para 261. Antes da edição de 2018 que aprovou 330 trabalhos submetidos, a edição de 2015 havia aprovado 320 apresentações.

TIC’s
Um painel sobre o uso das TIC’s no processo metodológico da pesquisa abriu o encontro. Participaram os doutores, Tânia Kuntze (pró-reitora), Everson Muckenberg, Helena Brandão e Valcenir Costa (ambos do campus virtual do Unasp) e Francislê Souza (campus Engenheiro Coelho do Unasp).

Para Diretor de Graduação do Unasp, campus Engenheiro Coelho, Francislê Souza, esse evento marca um passo importante para o desenvolvimento da pesquisa acadêmica no Unasp. “Esse encontro é fundamental para que você institua um clima e você propicie nos alunos uma aprendizagem completa e o desenvolvimento de suas competências. Afinal o aprendizado hoje, não é só decorar coisas ter informações na cabeça”, comenta.

Iniciação científica
O momento da graduação é de aquisição de novos conhecimentos. Muitos alunos ao estudarem sobre pesquisa científica encontram nessa área uma forma de transformação e descoberta da realidade onde vivem.

A aluna Juliana Godói, está cursando o 1° ano de Arquitetura e Urbanismo do Unasp. Ela participou pela primeira vez de uma exposição de trabalhos científicos e apresentou com satisfação os resultados de sua primeira pesquisa científica. “Eu usei vários métodos para fazer o trabalho e eu acho que me acrescentou muito. Pois aprendemos como se faz uma pesquisa logo no início do curso. Achei isso muito bacana”, afirma.

Os alunos do Ensino Médio do Colégio Unasp também marcaram sua presença no encontro e mesmo que ainda sejam pré-universitários, apresentaram seus primeiros passos de iniciação científica, como foi a experiência do Luiz Cláudio Salomoni. “Foi uma experiência única, nós pudemos crescer aprendendo através dessa apresentação e produção de artigo. E eu creio que esse é um grande passo para o meu futuro”, declara.

Este ano o pré-universitário Anderson Calixto não apresentou trabalho, mas estava de olhos atentos para conhecer novas ideias. “Estou entrando na faculdade em 2019 aqui no Unasp e gostei muito de ter conhecido esses trabalhos. Eu penso em seguir a carreira acadêmica e quem sabe já no próximo ano ter o meu trabalho sendo apresentado aqui no Enaic”, relata.