Atos 29 realiza encontro de capacitação para líderes

Acontece no Unasp

Escrito por

Mariela Espejo

Publicado em

26 mar 2019

Crédito imagens

Divulgação

Mais de 100 alunos participaram das palestras e oficinas do evento

No último domingo (24) aconteceu o primeiro congresso de líderes do projeto Atos 29 do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho. A programação reuniu mais de 100 alunos que participam ativamente do projeto.  O objetivo do encontro foi reafirmar a identidade do movimento e capacitar os voluntários em diferentes áreas de atuação. Com esse fim, foram apresentados os conceitos que norteiam o trabalho desenvolvido pelos ministérios, assim como a história, filosofia, missão, visão e objetivos.

O cantor Jeferson Pilar foi participante especial no congresso.

O evento contou com a participação do Diretor Geral do Unasp, Pastor Antônio Marcos, o Diretor de Desenvolvimento Espiritual, Pastor Edson Romero e ex-alunos que foram líderes do movimento em anos anteriores. “A presença dos primeiros líderes do Atos 29, Riann Bueno e Adriel Moraes, foi importante para que os integrantes desse movimento possam lembrar das origens do projeto e aprender com as experiências de quem já trilhou este caminho”, comenta Fernanda Silva, atual diretora do movimento.

Momentos de oração e louvor também fizeram parte do roteiro da atividade. No período da manhã, o cantor Jefferson Pilar foi convidado para trazer as mensagens musicais.

Durante a tarde, os participantes se reuniram por diretorias para a realização de oficinas. A equipe de Tesouraria, Secretaria, Capelania, Logística e Comunicação, assim como os Coordenadores de ministérios, participaram palestras dos seus diretores e de especialistas da área.

O projeto

Equipe do Projeto Naamã.

O Atos 29 é um movimento que serve a comunidade por meio de atividades sociais. O nome faz referência ao livro de Atos dos Apóstolos onde se encontra registrado o ministério que os cristãos primitivos desenvolveram. Os últimos versos do livro de Atos descrevem o trabalho de Paulo, porém sem uma conclusão. Este movimento pretende continuar a escrever este livro na vida prática por meio de ações que beneficiam a sociedade.

A filosofia do Atos 29 permite qualquer pessoa participar com seus dons e talentos para impactar a vida das pessoas. Seguindo este princípio, 13 ministérios atuam atendendo públicos diferentes. Idosos, crianças, pessoas em estado de rua e skatistas são alguns deles. As cidades de Limeira, Engenheiro Coelho, Cosmópolis, Mogi Guaçu, Conchal e o Bairro Universitário são contempladas nas ações semanais.

Responsabilidade Social

O projeto Atos 29 atua semanalmente em diversas cidade da Região Metropolitana de Campinas.

O Líder de Desenvolvimento Espiritual afirma que o Atos 29 permite que, mediante as ações, o aluno desenvolva responsabilidade social. “O bem-estar da sociedade não depende exclusivamente de órgãos competentes, ele depende muito mais de serviços voluntários. E aqui eles desenvolvem esse serviço voluntário e essa consciência”, defende. Mas o princípio de voluntariado não é algo momentâneo.

O Atos 29 está se expandindo no Brasil e no mundo a partir de alunos que foram formados por este movimento. Esse é o caso de Adriel Moraes que foi coordenador geral em 2016-2017. Com 26 anos, ele é formado em Engenharia Civil e trabalha em Foz de Iguaçu, lugar onde está implementando ministérios que seguem a filosofia do Atos 29, como o Ajuda Urbana. Este ministério presta assistência a moradores em estado de rua e residentes em comunidades carentes para possibilitar sua reintegração social. Em Foz, 70 moradores de rua estão sendo atendidos graças a esta iniciativa.

Este ano o Atos 29 completa sete anos desde que foi criado no Unasp-EC. O que iniciou em 2013 com 15 pessoas, hoje conta com mais de 400 voluntários que participam dos ministérios a cada semana.