Blog do Unasp

Trabalhando como freelancer na faculdade

No post de ontem falamos sobre como ganhar uma renda extra, e indicamos os cursos da eduK. E hoje, vamos falar sobre os benefícios que trabalhar como freelancer pode trazer para sua carreira (Pra quem não sabe freelancer é um profissional autônomo que se autoemprega em diferentes empresas ou, ainda, guia seus trabalhos por projetos, captando e atendendo seus clientes de forma independente).

SONY DSC

Trabalhar como freelancer enquanto você ainda está na faculdade é uma prática que tem diversos pontos positivos. E o principal deles é que os empresários reconhecem que essa atividade requer muita motivação e dedicaçãoqualidades extremamente procuradas no mercado de trabalho.

Por mais que estudar e trabalhar ao mesmo tempo exija muito de você, esse esforço será valorizado pelos recrutadores que receberem o seu currículo. Afinal, isso mostra que você está disposto a sair da sua zona de conforto e adquirir experiência no mercado de trabalho ainda que você não tenha um mentor para isso, automaticamente fazendo com que você se destaque em meio aos outros candidatos.

Claro que não podíamos deixar de citar que trabalhar como freelancer vai ajudar você a conseguir um dinheiro extra para ajudar com os custos da faculdade ou até mesmo planejar aquela viagem com os seus amigos no fim de semana. Além disso, você poderá escolher quando e por quanto tempo você vai trabalhar. No entanto, vale lembrar que você deve conciliar o seu horário com os prazos esperados pelo cliente.

Se você tem dúvidas de como encontrar trabalhos freelancerutilize a internet a seu favor. Existem diversos sites que reúnem oportunidades com todas as informações que você precisa.

tumblr_mhals9qP2H1rga657o1_1280

Confira abaixo 10 sites que conectam os freelas aos clientes no mundo todo:

1 – Workana

2 – Freela

3 – Freelacenow 

4 – Freelancer 

5 – Prolancer  

6 – Buscafreela 

7 – It Jobs 

8 – Odesk 

9 – Elance 

10 – Crowdspring

Por mais que você possa demorar a encontrar uma oportunidade, vale a pena persistir.

 

Fonte: Universia Brasil

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail!
Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.