Blog do Unasp

Professor bilíngue: como atuar na educação infantil

A fluência em inglês é o suficiente para quem deseja ser um professor bilíngue? Veja o que você precisa fazer para atuar como professor bilíngue na educação infantil.

Não é segredo que o inglês é o principal e mais falado idioma do mundo. Sendo, assim, ele é muito importante e necessário tanto nos negócios quanto nos estudos. No entanto, o Brasil é um dos países com menos pessoas fluentes no idioma, até mesmo por uma questão cultural. Por isso, no meio desse cenário cheio de deficiências e percepção de uma necessidade, que cada vez mais pessoas estão interessadas em aprender o idioma. Como também os pais, que desejam que seus filhos aprendam na escola o inglês. Por isso que a educação bilíngue vem ganhando força. Então, se você é professor e tem interesse na área, saiba que ela está em alta! No entanto, como atuar como professor bilíngue na educação infantil?

Vamos conversar.

Na prática é o seguinte: existem parcerias entre escolas particulares com empresas que oferecem materiais didáticos, pedagógicos e até mesmo formação para professores. Sendo assim, essa parceria e implementação de ensino bilíngue faz com que todas as disciplinas sejam ensinadas em uma língua estrangeira, sendo mais comum no Brasil, o inglês.

Entretanto, no território nacional a educação bilíngue é mais comum durante a educação infantil, para que as crianças tomem gosto pela língua e em aprendam um novo idioma. Depois, nas séries seguintes eles estudam a disciplina do idioma e também fazem cursos paralelos em centros de idiomas ou aulas particulares.

Qual a diferença de curso de idioma, educação bilíngue e escola internacional?

A escola ou cursinho de idiomas, enfatiza a estrutura gramatical da língua e do vocabulário. Dessa forma, ela explora o ensino da língua como uma matéria em si para ensinar inglês.

Já a educação bilíngue é o inglês sendo dado dentro da escola. A diferença é que você ensina o idioma integrado às outras matérias, como artes, matemática, geografia e história. Com isso, o inglês passa a ser o meio de instrução para desenvolver a matéria e não uma matéria em si. 

Por fim, a escola internacional. A diferença dessa modalidade de ensino é que a metodologia utiliza o currículo educacional do país-alvo, seja inglês, alemão ou suíço, por exemplo. Ou seja, não se usa o currículo brasileiro. 

Qual formação o professor bilíngue deve ter? Continue lendo esse post e descubra.

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Qual formação tem o professor bilíngue?

Na maioria das vezes, para a educação infantil, é necessária a formação em Pedagogia, pois a área ajuda no conhecimento e gestão de sala de aula. Sem falar que a observação de aula e o feedback são importantes no desenvolvimento do professor, uma vez que a sala de aula bilíngue tem características bem diferentes da sala de um curso de inglês. Por isso, a formação em Pedagogia é um diferencial.

Além disso, existem também diversos desafios encontrados em uma escola de Educação Infantil bilíngue, tais como:

  • número de alunos em sala de aula;
  • filosofia e a abordagem de ensino escolhidas;
  • escola localizada num ambiente cuja língua de casa é o português;
  • colaboradores da escola que falam português; dentre outros.

Embora existam esses desafios, cabe também ao professor, encontrar formas de vencê-los. Portanto, conhecer bem a filosofia da escola, desenvolver a didática, participar dos eventos que ela promove, conhecer a equipe e trabalhar em colaboração com todos são atitudes essenciais para que o ambiente em inglês seja preservado e que todos cresçam juntos.

Pós-graduação em Capacitação para o Ensino Bilíngue

Com o crescimento cognitivo, aumenta também a demanda por profissionais qualificados e especializados no ensino das letras e línguas. E de fato, a alfabetização infantil é uma etapa importante no desenvolvimento da criança e o aprendizado de línguas estrangeiras se torna um diferencial na educação do aluno. 

Dessa forma, os cursos de especialização tornam-se cada vez mais quesito essencial para qualificação profissional, mediante as exigências da sociedade contemporânea.

O curso de pós em Capacitação para o Ensino Bilíngue do Unasp, pretende contribuir para o aperfeiçoamento profissional dos interessados na área, capacitando-os para suas atividades e aprimorando as competências e habilidades já adquiridas ao longo da graduação.

Durante o curso, você vai se deparar com disciplinas e conteúdos como:

  • Innovative (creative) teaching methods in bilingual classes I
  • Creative and academic writing for bilingual classes I
  • CLIL (CBI), PBL Content and Project-based teaching for bilingual settings (children x fund I)
  • Communicative approach and Assessment styles in bilingual classes
  • Workshops for teaching in bilingual classes I
  • Creative and academic writing II
  • Innovative (creative) teaching methods practicum
  • Workshops for teaching in bilingual classes II
  • Estudos Aplicados e Práticas Profissionais, e mais!

Se interessou na área? Então, acesse a página do curso, saiba mais e se especialize.

Até a próxima!

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!