Blog do Unasp

ProUni: entenda como funciona e como conquistar uma bolsa pelo programa.

O ProUni é uma iniciativa do Governo Federal brasileiro que oferece bolsas de estudo em universidades particulares. Veja como concorrer a uma das vagas.

Se você parar para colocar na ponta do lápis, vai acabar percebendo que um curso de graduação em uma escola particular, não é algo tão barato assim. Além das mensalidades, dependendo do curso há investimentos com materiais, há também o valor para locomoção até a universidade, e se caso for preciso, você terá que morar em outra cidade para poder estudar. Aí já viu! Mais gastos com transporte e moradia . E agora, como dar conta de todas essas despesas? Foi pensando nessa realidade que o governo do Brasil criou o Prouni. Um programa de financiamento estudantil.

Basicamente o ProUni usa a nota do Enem para selecionar estudantes de todo o país para a concessão de bolsas de estudos. São duas inscrições por ano e a participação no ProUni é gratuita. São várias opções de bolsas para cursos de graduação em todas as regiões do Brasil. Quer saber mais? Vamos lá!

O que é o Prouni?

Criado pelo Governo Federal em 2004 o Programa Universidade para Todos – Prouni tem como finalidade o consentimento de bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições de ensino superior privadas. O Prouni é dirigido aos estudantes que se formaram, ou estão para se formar, no ensino médio de escolas da rede pública ou da rede particular na condição de bolsistas integrais, com renda familiar per capita máxima de três salários mínimos. Os candidatos são selecionados pelas notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio – Enem.

O Programa possui também ações conjuntas de incentivo à permanência dos estudantes nas instituições, como a Bolsa Permanência e ainda o Fundo de Financiamento Estudantil – Fies, que possibilita ao bolsista parcial financiar parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa.

O Prouni já atendeu, desde sua criação até o processo seletivo do segundo semestre de 2016, mais de 1,9 milhão de estudantes, sendo 70% com bolsas integrais.

Quais são os tipos de bolsa que o ProUni oferece?

Há dois tipos de bolsas:a  integral e parcial (50% da mensalidade). A bolsa integral é exclusiva para estudantes com uma renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Já a bolsa parcial é destinada aos estudantes com renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos. Porém é sempre bom ficar de olho nas especificações publicadas lá no site do Prouni. Ah! E se o estudante conseguir só a bolsa parcial no Prouni, ele pode se cadastrar no Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) para financiar a outra parte da mensalidade do curso de graduação.

[vc_newsletter_with_email list_id=”47b58773cd” woopra_actions=”newsletter:gostando_conteudos_blog” return_type=”Mensagem de sucesso abaixo” title=”Está gostando desse post?” subtitle=”Assine a nossa newsletter e receba os novos conteúdos em primeira mão.” newsletter_msg_success=”Sucesso!”]

Quais são as exigências para entrar no Prouni?

Antes de tentar entrar no programa é importante verificar se você também cumpre algumas exigências. Só podem participar estudantes brasileiros que não tenham diploma de curso superior e se encaixem em pelo menos uma das situações a seguir:

• Ter prestado o Enem;

• Ter conseguido o mínimo de 450 pontos na média das provas e não ter zerado na redação;

• Ter renda familiar, por pessoa, de até 3 salários mínimos;

• Ter cursado o ensino médio em escola pública ou o ensino médio em escola privada com bolsa integral;

• Ser portador de deficiência física;

• É professor efetivo de escola pública de educação básica concorrendo a bolsa em curso de licenciatura.

Por que é importante fazer o Enem para entrar no Prouni?

Para selecionar os bolsistas, o sistema do ProUni compara as notas de todos os candidatos que querem bolsa para a mesma vaga (na mesma universidade, curso, turno e modalidade de concorrência). Ao final do período das inscrições quem tiver a maior nota do Enem preenche a vaga. Então é simples, quanto maior a nota no Exame, maior a chance de conseguir uma bolsa do ProUni.

Foca gente! É muito importante tirar uma boa nota no Enem.

E se houver empate? Quando acontece de dois ou mais candidatos tirarem a mesma pontuação no Enem concorrendo à mesma vaga, o sistema do ProUni dá prioridade para aquele que teve a maior nota na redação. Se as notas de redação também forem iguais, o sistema classifica aquele que teve a melhor nota na prova de Linguagens e assim por diante. Os critérios de desempate do ProUni são, nesta ordem:

1- Redação;

2- Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;

3- Matemática e suas Tecnologias;

4- Ciências da Natureza e suas Tecnologias;

5- Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Se eu não fiz o Enem poderei participar do Prouni?

Infelizmente não. Ter participado do Enem é condição obrigatória para participar do ProUni.
As regras são claras. O candidato precisa ter feito o Enem do ano anterior, com média de 450 pontos nas quatro provas e nota acima de zero na redação. Já para tentar uma vaga no processo de bolsas remanescentes, é possível se inscrever tendo feito qualquer exame do Enem a partir de 2010 (exceto professores da rede pública concorrendo a uma bolsa remanescente de licenciatura).

Quer saber mais? Acesse o portal do MEC e tire todas as suas dúvidas.

E o Unasp oferece bolsas Prouni?

Sim! O Unasp também oferece bolsas acadêmicas a partir do Prouni. Então, se você estiver de olho em uma bolsa aqui no Unasp é importante prestar o Enem e inscrever-se no Prouni.

[vc_newsletter_with_email list_id=”47b58773cd” woopra_actions=”newsletter:gostando_conteudos_blog” return_type=”Mensagem de sucesso abaixo” title=”Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!” newsletter_msg_success=”Sucesso!”]

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail!
Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.