Blog do Unasp

Engenharia agronômica: Quais são as principais áreas de atuação?

O engenheiro agrônomo é o responsável por cuidar e garantir que sempre haja alimento em nossas casas. Dentre as diversas áreas de atuação deste profissional, é ele que estuda e acompanha os processos produtivos agrícolas desde o início até o destino dos alimentos. Quer conhecer mais sobre a área de engenharia agronômica? Vamos lá!

Opa, comida? Quero!

Calma, jovenzinho. Você não vai comer os alimentos. Apenas vai garantir que eles sejam bem produzidos e que tenham qualidade ao chegarem em nossas casas. O profissional de engenharia agronômica utiliza seus conhecimentos em biologia, química e física para aplicar os melhores métodos de adubação para o solo e controlar as pragas. Uma vez que este profissional entende bem sobre as técnicas de cultivo e criação, pode trabalhar em qualquer etapa do processo produtivo. Se você ainda quiser, outra área de atuação deste profissional é o trabalho como tecnólogo, mas para isso você precisa ser registrado junto ao Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA).

E como tudo se renova, na agronomia não é diferente. Hoje em dia novas áreas de atuação têm sido exploradas. Como a utilização da tecnologia nos processos produtivos. Big data, drones e plataformas de varejo eletrônico são algumas das ferramentas usadas por empreendedores rurais. Se além de agronomia você gostar de novas tecnologias, então o mercado de inovação te espera.

Não que seja obrigatório, mas em geral você vai trabalhar no campo. Se você gosta de ficar ao ar livre, então vai fundo. Mas, se você prefere um escritório, não tem problema. Há trabalho para você também. Muitos agrônomos trabalham gerindo ou assessorando agronegócios, empresas, órgão governamentais ou ainda trabalhando com pesquisa.

Está gostando dos conteúdos?

Assine a newsletter e receba todas as novidade direto no seu e-mail!

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Tô curtindo, mas até me formar, o que eu vou estudar?

O curso tem duração de cinco anos. E como toda engenharia estuda-se cálculo, estatística, matemática, mais um pouco de números, mas nada que um pouco de atenção e paciência não resolvam. Além disso, tem disciplinas de química, física e biologia. Ao longo do curso as matérias vão se tornando específicas como ciência do solo e agricultura.

As aulas práticas, em laboratórios e fazendas experimentais, também fazem parte da grade curricular do curso. O estágio e o TCC são obrigatórios.

E os locais de trabalho?

O mercado encontra-se aquecido nas regiões com grandes extensões de terra dedicadas à produção agrícola. Nós separamos algumas das áreas de atuação deste profissional para você:

  • Administração rural: Nesse ramo você vai gerenciar unidades de produção de propriedades rurais, desde o planejamento das compras até o gerenciamento de equipamentos e recursos humanos.
  • Defesa sanitária: Aqui você vai combater pragas e prevenir doenças em lavouras e rebanhos.
  • Economia e administração agroindustrial: Nesse ramo você vai planejar e gerenciar as operações de distribuição e venda de produtos agrícolas.
  • Engenharia rural: Optando por essa área você vai projetar obras em propriedades rurais, como nivelamento do solo e montagem de sistemas de irrigação.
  • Ensino: Você pode ainda lecionar em escolas públicas ou particulares de educação profissional ou em faculdades, se fizer uma pós-graduação.
  • Fitotecnia: Nessa área de atuação você acompanha o cultivo e a colheita de safras, buscando aumentar a produtividade por meio da seleção de sementes, do emprego de adubos e do combate a pragas.
  • Indústria e venda de alimentos: Aqui você vai trabalhando supervisionando a estratégia de produção e de preços de alimentos de origem animal e vegetal.
  • Manejo ambiental: Se você quiser, pode trabalhar explorando os recursos naturais, visando à preservação ambiental, em atividades como elaboração de relatórios de impacto ambiental, recuperação de terras degradadas e coordenação de projetos de reflorestamento.
  • Melhoramento animal e vegetal: Ou ainda você pode realizar pesquisas e desenvolver técnicas visando à melhoria da produção.
  • Produção agroindustrial: Você pode também gerenciar a industrialização de produtos agrícolas. Pesquisar novas tecnologias e produtos.
  • Silvicultura: Se você optar por essa área de atuação, você vai trabalhar com a recuperação de matas devastadas e cuidar do plantio e do manejo de áreas de reflorestamento.
  • Solos: Você pode também trabalhar com a preservação da fertilidade e controlar as propriedades físicas dos solos, prescrevendo seu manejo.
  • Zootecnia: Ou também trabalhar controlando a produção de pastagens e grãos usados na agropecuária e planejar a criação de animais.

Viu só? É muita coisa com a qual você pode trabalhar depois de formado. E o leque de opções aumenta se você incluir a tecnologia a sua formação.

Conheça mais sobre o curso de engenharia agronômica do Unasp.

Quer mais? Então dá uma olhadinha nesse material que preparamos para você. Se precisar de mais informações, acompanhe nosso site e nosso blog para não perder nada do que acontece no mundo das profissões.

Ei, não vá embora sem assinar a nossa newsletter!

É só colocar seu e-mail aqui em baixo para receber os melhores conteúdos do blog.

Valeu por se inscrever! Em breve mandaremos as novidades do blog!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!