Blog do UNASP

Novo Ensino Médio: as melhores técnicas de estudo

Com tantas mudanças e o Novo Ensino Médio em vigor, fica difícil saber como organizar o estudo, tirar notas boas e ainda se preparar para o vestibular. Por isso, separamos aqui as melhores técnicas de estudo para você arrasar durante o seu Ensino Médio. Tá preparado?

É muito fácil se perder no estudo com a quantidade de coisas que precisam ser aprendidas. Tarefas, seminários, provas, projetos… só de lembrar já dá vontade de desistir. Quem nunca? 😥

E, como se nada pudesse ficar ainda mais complicado: o Novo Ensino Médio entrou em vigor com muitas coisas novas para se adaptar até o tão esperado vestibular. Sendo assim, o momento certo para mergulhar de vez no estudo e colocar a cabeça no lugar é agora.

Para isso, preparamos uma lista com as melhores técnicas de estudo para o Novo Ensino Médio. Bora ver o que se encaixa melhor para você?

1 – Mapa Mental

Essa técnica de estudo é mais indicada para quem aprende melhor de forma visual. Assim, sua funcionalidade é super simples: um diagrama com o tema principal no centro e todos os assuntos associados a esse tema ao redor.
O mapa mental resume os conteúdos através de palavras-chave ou imagens sem precisar memorizar ou decorar nada. Além do mais, você ainda pode ser criativo e usar setas, ícones, formas e cores diferentes para cada tipo de assunto.

2 – Áudios gravados

Um recurso que está em alta e pode potencializar o seu estudo são os áudios. Essa é a melhor alternativa para quem tem o dia a dia super corrido, já que você pode ouvir enquanto faz outras atividades.

Os podcasts são grandes exemplos de como a ferramenta funciona e, com uma infinidade deles disponíveis nas plataformas digitais, fica mais fácil encontrar o que você precisa para seu estudo. No entanto, existem outras formas de usar o áudio a seu favor.

Se você quer fixar um conteúdo que já estudou, grave áudios você mesmo de tudo aquilo que foi escrito/lido e guarde para escutar depois. Assim, você pode relembrar facilmente os conteúdos e ainda estudar em qualquer lugar.

3 – Fichamento

Essa é uma das técnicas de estudo mais fáceis e também mais eficientes. Como o nome já diz, os fichamentos são resumos dos conteúdos separados por fichas temáticas.
Nesse caso, existem inúmeras formas de fazer um fichamento: citações mais importantes, perguntas e respostas, palavras-chave etc. No entanto, ela funciona caso você precise de um rápido acesso ao material, sem precisar consultá-lo por inteiro.

4 – Estudo Mnemônico

Essa técnica com o nome engraçado é conhecida por boa parte dos estudantes, ainda que não seja pelo seu nome original. Com rimas, paródias, siglas ou frases curtas, o método auxilia na hora de lembrar partes específicas do conteúdo.

Para o estudo de disciplinas que envolvam fórmulas, como física e matemática, a técnica mnemônica pode ser de muito proveito. Dessa forma, você pode pesquisar mnemônicos já usados ou usar a criatividade para criar suas associações.

5 – Pomodoro

Essa é para quem sente que – depois de um certo tempo de estudo – a cabeça já não consegue mais absorver o conteúdo e a concentração vai embora. Assim, como premissa, a técnica Pomodoro indica que é preciso adicionar intervalos de descanso entre as atividades.

Conforme seu criador, o italiano Francesco Cirillo, os períodos devem ser de 5 minutos após 20/30 minutos de foco total no estudo e, no quarto intervalo, reservar um tempo maior de descanso – de 10 a 30 minutos, em média. Ou seja, além de estar concentrado, é preciso também cronometrar seu tempo e respeitar os horários corretamente.

Olha só:

6 – Testes práticos

Para aqueles que querem treinar para o dia do vestibular, essa técnica pode ser interessante.

Muitas escolas já utilizam o famoso “simulado” para contextualizar seus alunos sobre as grandes provas para a faculdade. No entanto, praticar o estudo dessa forma em casa também é uma alternativa.

Além disso, conhecer o estilo da avaliação e a linguagem que ela utiliza podem fortalecer o que você já sabe sobre determinado assunto. A ideia é utilizar essa técnica de estudo depois de já estudar toda a parte teórica da disciplina.

Como escolher a técnica de estudo ideal?

Claro, nem todas as técnicas funcionam com todo mundo. Dessa forma, a melhor forma de saber o que funciona para você é testando. Faça uma análise do estudo que mais te agrada e verifique sua adaptação a cada um deles.

Além disso, é importante observar outros fatores como: quanto tempo de estudo por dia você tem, que compromissos não pode desmarcar e como funciona sua rotina semanal.

O que não fazer?

Aqui vai uma lista de coisas que você NÃO deve fazer na hora de organizar seu estudo:

  • Estudar em lugares barulhentos ou bagunçados;
  • Não se preocupar com horários e não estipular um tempo ideal para cada tema;
  • Não priorizar os conteúdos mais importantes;
  • Ingerir muito açúcar ou comer muito tarde;
  • Não tirar um tempo para realizar exercícios físicos.

__________________________________________________________________________________________

Pronto. Agora você pode aproveitar e conhecer melhor cada técnica e o que melhor funciona para o seu estudo. Assim, é possível se organizar e ainda focar 100% para o vestibular.

Estaremos aqui torcendo por você! ✨

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

[vc_newsletter_with_email newsletter_id="blog" newsletter_msg_success="Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!"]