Universitários vivem semana especial de estudos sobre a personalidade de Jesus Cristo

Acontece no Unasp

Escrito por

Murilo Pereira

Publicado em

17 abr 2018

Crédito imagens

Isaac Maciel

Diretor geral do UNASP-SP, Douglas Menslin, apresentou para os alunos o orador da Semana de Oração, Lélis Silva.

Começou nesta segunda-feira, 16 de abril, a Semana de Ênfase Espiritual do UNASP campus São Paulo. Até a sexta-feira, dia 20, os universitários assistirão a palestras ministradas pelo orador pastor Lélis Silva, teólogo e líder do Ministério Jovem da Igreja Adventista do Sétimo Dia para os estados de Amazônia, Roraima, Acre e Rondônia.

De norte a sul do país os jovens e universitários vivem experiências e desafios semelhantes em seu cotidiano. Silva, observa que a fase universitária talvez seja a que mais gere complexidades para vida de alguém. “A pessoa já tem uma autonomia, já não depende mais de outras pessoas e ao mesmo tempo está diante de decisões para a vida toda como, por exemplo, a própria profissão. Isso gera muita angústia. Por outro lado, o mundo oferece toneladas de opções para essa fase. Nessa fase em especial uma pessoa é muito alvejada e abordada por prazeres superficiais do mundo. Então, eu acredito que quando alguém na fase universitária faz uma pausa com o propósito de refletir sobre Jesus, para aprender sobre Jesus e entender o que Jesus pensa a seu respeito, qual o sentimento que Jesus tem por essa pessoa e o que ele quer oferecer, quando se crê e vive isso, as decisões que precisam ser tomadas serão feitas da forma mais correta possível e o estudante vai ter uma vida bastante diferente da que teria sem Jesus”, explicou.

Pastor Antônio Braga diretor de desenvolvimento espiritual do campus apresentou as novidades da semana de oração

Seja qual for a área de formação profissional escolhida, um estudante de ensino superior está sempre conectado à internet e atento a todas as situações, episódios e informações que percorrem as redes sociais. Em um contexto onde circulam grandes volumes de diversidade de ideias, pensamentos, discussões e muitas vezes até a constatação de inverdades e atitudes de intolerância, o tema da semana especial vem ao encontro de diversas necessidades individuais em uma sociedade cada vez mais ativa e ao mesmo tempo ansiosa.

“Eu diria que hoje em dia estamos preocupados com tantas coisas superficiais que a nossa vida se tornou muito angustiante muito superficial. Quando a gente se lembra de quem foi Jesus, de quem é Jesus e quem pode ser Jesus para a nossa vida, entendemos que muito do que fazemos e muitas das coisas a que temos dado valor, na verdade não valem nada. Ou seja, achamos de novo o rumo certo da nossa vida e damos o sentido correto para ela”, enfatizou o orador.

Estudantes vestiram a camiseta da semana. É possível escrever sobre a estampa e se expressar a partir do tema  

Durante a semana, todas as mensagens estarão fundamentas na natureza humana de Jesus Cristo. Segundo Silva, na abertura da semana já foi possível notar a diferença que as pessoas têm demonstrado ao refletirem sobre o assunto. “Por isso que, eu decidi fazer uma semana inteira falando sobre a pessoa de Jesus e tenho percebido desde agora que está fazendo algumas pessoas pensarem. Cada vez que eu falo eu repenso os meus próprios valores. Isso me ajuda muito e eu entendo que ajuda muitas pessoas também”, revelou.

Os estudos especiais a respeito da personalidade de Jesus Cristo, contempla universitários de todos os cursos de ensino superior do UNASP-SP e acontecem em dois momentos diferentes do dia. O primeiro às 9 horas da manhã e o segundo às 20 horas e 20 minutos da noite.

As palestras da noite estão sendo transmitidas ao vivo diariamente através dos canais sociais da Igreja UNASP-SP na internet. Pelo canal de vídeos da igreja no Youtube e por sua página social no Facebook.

Orador passará a semana explorando as características da humanidade de Jesus.

O pastor Lélis Silva conta que está sendo bem recebido pelos alunos e percebe o quanto eles estão dispostos a aprender mais a cada encontro. “A minha oração todas as vezes que eu tenho subido ali para pregar é que aconteça alguma coisa na vida de quem está ouvindo. Que essa informação sobre Jesus não seja somente como uma informação acadêmica. Eu imagino, eu sonho e espero que essa pessoa pegue a informação dessa mensagem e faça alguma coisa a respeito disso na vida dela. Assim, eu tenho certeza de que a vida dela não ficará igual. Vai melhorar. Tenho certeza disso”, concluiu.

Assista aqui como foi a primeira noite.