Unasp presta homenagem à pioneira do curso de Nutrição

Não Classificado

Escrito por

Murilo Pereira

Publicado em

09 mar 2017

O curso de Nutrição do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus São Paulo, homenageou nesta terça-feira, 7, a professora Ester Huerta de Castro dando o seu nome ao Centro Acadêmico de Nutrição. Na cerimônia que contou com a presença de todos os alunos do curso, a professora Ester lembrou de momentos significativos para a história desta graduação.

A homenagem vem em forma de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido por ela durante anos até a organização do curso. Aprovado pelo Ministério da Educação, reconhecido e instituído em 1999, o curso de Nutrição do Unasp começou a ser sonhado muitos anos antes, quando Ester lecionava disciplinas relacionadas a nutrição para os cursos de Enfermagem e Teologia.

Ester lembra que os enfermeiros formados naquela época, meados da década de 1970, eram chamados para assumir cargos de liderança em hospitais e clínicas. Dentre as responsabilidades que assumiam, estava a de cuidar da alimentação, da cozinha e das cantinas, justamente por terem recebido esta formação. “Eu tenho muita gratidão a Deus por essa homenagem porque ela permitiu fazer reflexões e recordar momentos da minha vida profissional que estavam velados e pude relembrar”, conta.

A cada início de ano, a coordenação do curso reúne todos os estudantes para participarem da cerimônia de investidura dos alunos que estarão em campo de estágio durante o decorrer do período letivo até a formatura. É um momento em que eles recebem e vestem os jalecos utilizados para o trabalho de estágio em hospitais e clínicas.

A coordenadora do curso, Marcia Cristina Martins, explica a importância e a origem do uso do jaleco branco por profissionais de saúde. Além de enfatizar para os alunos o legado do trabalho da professora Ester para o surgimento do curso, que hoje tem formado profissionais capacitados para o mercado de trabalho e no atendimento com foco na promoção da saúde e na qualidade de vida. “O curso está realmente em um nível muito alto. Os alunos aqui realmente estão preparados para enfrentar os estágios nos melhores hospitais de São Paulo”, avalia.