Unasp e Unicamp desenvolvem juntos aplicativo para pessoas com deficiência visual

Cultura e Ciência

Escrito por

Aira Annoroso

Publicado em

08 nov 2019

Valéria Vieira, pedagoga com deficiência visual, realizando o teste do aplicativo SmartMTS.

O Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), representado pelo professor e pesquisador Dr. Roberto Sussumu Wataya dos cursos de Análise e Desenvolvimento de SistemasEngenharia de Computação e Ciência da Computação, e pesquisadores do Núcleo de Informática Aplicada à Educação (NIED) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) desenvolveram em parceria o SmartMTS, sob coordenação do professor Dr. João Vilhete.

O SmartMTS é uma inovação tecnológica em acessibilidade para pessoas com deficiência visual, que consiste em um aplicativo de celular que, associado ao Mapa Tátil Sonoro (MTS), auxilia na orientação espacial das mesmas. Com o aplicativo instalado em um aparelho celular, ao aproximá-lo de objetos arquitetônicos referenciados por sensores, o celular emite explicações sobre aquele objeto, por exemplo, nome de rua, loja, escola, escritório, igrejas, entre outros que fazem parte de um espaço urbano. Assim, a pessoa com deficiência visual ao realizar um percurso tátil em um MTS é capaz de se orientar espacialmente sobre o seu entorno.

A princípio, o protótipo do aplicativo foi desenvolvido para campus Barão Geraldo da Unicamp, mas em poucos meses ele terá uma versão para o campus São Paulo do Unasp. Segundo Wataya, os pesquisadores farão a customização com as informações desejadas nas tag’s do Ner Field Communication (NFC) – comunicação por campo de proximidade que permite a troca de informações sem fio e de forma segura entre dispositivos compatíveis que estejam próximos um do outro – para cada referência determinada pela administração do Unasp-SP.

Wataya acredita que esse é um grande passo para melhorar a acessibilidade das pessoas com deficiência visual. “Foram realizados vários testes, e todos os participantes foram unânimes em afirmar que o aplicativo SmartMTS proporcionou uma segurança e garantiu o acesso ao local desejado”, afirma.

Alfabetização digital das pessoas com deficiência visual 

Além do novo aplicativo desenvolvido para melhorar a acessibilidade das pessoas com deficiência visual, o Unasp-SP já possui o curso de alfabetização digital para esse grupo, cujo objetivo é ensinar os princípios básicos da computação para que eles consigam se inserir ou conquistar uma posição melhor do mercado de trabalho. Os que