TCC de jornalismo lança campanha de ação solidária

Impacto Social

Escrito por

Tátila França

Publicado em

27 nov 2018

Crédito imagens

Raiane Lívia

 

Um dos propósitos principais do trabalho foi criar uma campanha de doação para crianças carentes que estudam em escolinhas de Futebol

O Brasil é conhecido como o país do futebol, o lugar onde se joga bonito. A cada 4 anos esse esporte une a nação em uma única torcida. Como em todo esporte, existem aqueles atletas que se destacam, os intitulados “craques”. Estes aprecem na mídia, ganham muito dinheiro, aparentam uma vida de fama e glória. Mas antes de chegarem ao topo, antes de chegarem a um time profissional, primeiramente, passam pelas famosas escolinhas de base. Uma realidade totalmente diferente do luxo que costumamos ver na televisão. E foi sobre essa realidade que os alunos de jornalismo João Pedro, Rayanne de Sousa, Luciana Ferreira, Thamiris Senis e Kamila Freitas, apresentaram em seu trabalho de conclusão de curso intitulado “Joga Junto”.

A ideia do projeto surgiu da estudante Thamiris Senis. Sua família descobriu que o seu irmão mais novo tinha talento para o futebol e logo decidiram colocá-lo em uma escolinha particular. Mas para que ele pudesse ter um melhor desenvolvimento, iniciou um contato com jogos menos estruturados. Em um desses jogos, algumas coisas chamaram atenção de Thamiris, como por exemplo, o fato de nem todas as crianças possuírem chuteiras e nem lancheiras, as poucas que tinham compartilhavam com as outras crianças. Foi assim que surgiu a ideia. O time foi formado e começaram a jogada pelas redes sociais.

A primeira parte do projeto a ser lançada foi nas redes sociais como facebook, instagram, depois veio o site e por último o twiter. “A tática é estar em vários lugares que falem da mesma coisa. Nossa maior interação é no facebook. Já no instagram temos muitas visualizações nos Stories”, explica Kamila Freitas. Todas as redes ligam uma a outra, inclusive ao site. No site é possível conhecer mais de perto a realidade das escolinhas. Histórias de violência física, sexual e psicológica são contadas através de textos, podcasts e webdoc divididos em 5 capítulos.

Muitas crianças carregam o sonho de construir uma carreira no futebol, algumas trocam a sala de aula pelos campinhos. E por terem esse sonho, enfrentam todo tipo de violência que acontece nos bastidores. “Eles sonham um dia ser um ‘Gabriel Jesus’. E por mais que não cheguem a ser, eles estão ali simplesmente pelo sonho”, conta Thamiris Senis. No capítulo 5 do site é apresentado o principal objetivo do trabalho: a campanha de doação. “Desde o início, a doação era a ideia deles. Eu os acompanhei e já esperava esse bom resultado do trabalho”, afirma Karla Ehrenberg, orientadora do trabalho.

A campanha de doação consiste em ajudar os alunos das escolinhas de base apresentadas no projeto para que o sonho de se tornarem profissionais no futebol se torne realidade. No site é possível fazer doações para ajudar as instituições apresentadas no site. Esse foi o diferencial almejado pelos alunos integrantes do trabalho. Um convite para a torcida sair do posto de torcedor, vestir a camisa e jogar junto.