Momentos de confraternização marcaram a aula inaugural do High School.

Momentos de confraternização marcaram a aula inaugural do High School.

Quem passou pelo prédio escolar nesta terça, dia 21 de fevereiro, percebeu um movimento diferenciado, com pessoas conversando em inglês. Não eram estudantes estrangeiros que visitavam o campus, na verdade, estava acontecendo a aula inaugural do High School do IASP. Foram momentos de descontração para conhecer as disciplinas, os professores e os colegas que vão passar os próximos três anos juntos, aprendendo conteúdos exclusivos do Ensino Médio Americano.

O curso é uma novidade no IASP, mas já tem um total de 35 alunos matriculados, divididos em duas turmas. De acordo com a coordenadora do High School IASP, Jussara de Oliveira, o curso está constituído por matérias de longa duração como: história americana, governo americano, literatura britânica, literatura norte-americana, computação e matérias de curta duração: literatura britânica (complementar), saúde e artes. Em 2017 os estudantes terão aulas de história americana e governo americano, uma em cada semestre.

Este ano o High School IASP foi oferecido para estudantes do nono ano do Ensino Fundamental e do primeiro ano do Ensino Médio. Um projeto que possibilita ao estudante ter o diploma do Ensino Médio Americano, como resultado da parceria do IASP com a Andrews University.

Para entrar os alunos passaram por um processo seletivo com avaliações escritas e orais. Uma avaliação que não impediu a estudante Lana Dourado de tentar. “A seleção para a aprovação não foi muito fácil não, mas eu corri atrás e estudei porque sei que o High School é uma grande oportunidade para quem quer aprender ou desenvolver o inglês. E pelo que senti hoje, compensou o esforço, as aulas serão muito boas”.

Vantagens de cursar o High School

De acordo com o professor Samuel Davis, professor da matéria de governo americano, as vantagens de cursar o High School são diversas. Dentre elas, a dupla formação de Ensino Médio, os conhecimentos que um curso normal de inglês não teria, visão mais ampla do mundo, melhor preparação para o mercado de trabalho, possibilidade para aqueles que querem fazer um curso superior no exterior e acima de tudo, que o aluno sairá falando o inglês fluentemente.

“A compreensão sobre outras culturas, com outros parâmetros, nos dá a oportunidade de escolhas para a nossa própria vida. A palavra chave usada no High School como exemplo de desenvolvimento pessoal dos alunos é globalização”, acrescentou o professor de história americana, Lucas Antunes.

Primeiras impressões

Além de aulas de apresentação, os alunos participaram de dinâmicas de conversação, em inglês, com os colegas e um lanche de confraternização das duas turmas. Para as alunas Giulia Burlandy e Laiza Ciolfi, a expectativa para o primeiro dia era grande. “Achei que as aulas seriam formais e complicadas. Realmente tiveram os momentos de conversas sérias, mas foi muito divertido. Estou muito animada e espero não só aprender as matérias, mas também a cultura dos EUA”, disse Laiza.

“Eu esperava me sentir fora desse país, com aulas totalmente em inglês, e foi isso o que nos apresentaram hoje. Os professores são muito bons e falam inglês muito bem. A gente consegue entender e acompanhar”, ponderou Giulia.

São 35 alunos matriculados no High School, divididos em duas turmas.

São 35 alunos matriculados no High School, divididos em duas turmas.

  Confira as fotos da aula inaugural no facebook do IASP.

Por Glória Barreto e Sabrina Girotto