70 coordenadores de cursos do Unasp estiveram presentes no encontro desta quinta que tratou sobre a excelência acadêmica da instituição.

Organizador do evento, prof Lélio Lellis, destaca tríplice ação de trabalho do Unasp. “O Unasp existe para cumprir a missão bíblica, preparar nossos estudantes para o mercado de trabalho e cumprir com os requisitos legais do MEC”, destaca.

Entre os requisitos para ter se tornado uma instituição cinco estrelas no Ministério da Educação, o conceito de excelência acadêmica tem sido pauta constante do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp). Nesta quinta-feira, 10 de outubro, o XXI Encontro de Coordenadores de Graduação, Extensão e Pós-Graduação Latu Senso abordou exatamente a temática com o grupo de 70 representantes da área de ensino, pesquisa e extensão dos três campi e dos serviço EaD do Unasp.

“Festejamos a nota máxima alcançada, mas precisamos avançar em uma tríplice ação de aperfeiçoamento acadêmico. Devemos cumprir a missão da Igreja, preparar profissionalmente nossos estudantes para o mercado de trabalho e atender os regulamentos do Governo Federal para mantermos nosso padrão. O foco do encontro é afinar um trabalho a fim de manter nosso conceito institucional e melhorar anualmente o índice geral de cursos”, comenta o organizador do evento e pró-reitor de Graduação, Dr. Lélio Lellis.

Sob a temática “Unasp Rumo à Excelência: Enfoques missional, profissional e regulatório”, o encontro que aconteceu no auditório da Reitoria, na cidade de Engenheiro Coelho (SP), trouxe para o centro dos debates, questões sobre o atual cenário que a instituição passa. Com as palavras do vice-reitor executivo e estudioso na área confessional da Educação Adventista, pastor Douglas Menslim, o programa teve início reforçando a missão do Centro Universitário.

“O foco é o aluno, mas o nosso cliente é a sociedade. Precisamos formar bons profissionais para alcançar a sociedade”, reforçou a palestrante Marili Vieira.

“O papel da Educação Adventista, e por consequência do Unasp, é inculcar em seus alunos o sentimento de transformação social, porque enquanto ‘escola’ precisamos exercer influência na vida daqueles que estão sobe os nossos cuidados, isso é educação integral”, destacou.

Entre as palestras do dia foram debatidos temas como a produção de “Livros textos como chave para a excelência acadêmica” feita pelo Dr. Rodrigo Follis, editor chefe da Unaspress,  e a abordagem de “Uma visão curricular voltada para a Excelência” palestrada pela pró-reitora de Graduação e Assuntos Acadêmicos do grupo Mackenzie, Dr. Marili Moreira da Silva Vieira. Relatos de experiência sobre sala de aula invertida e processos regulatórios também foram pauta do programa. Em sua defesa para o caminho da excelência: “O foco da universidade é o aluno, mas o nosso cliente é a sociedade. Precisamos formar bons profissionais para alcançar a comunidade que está à nossa volta”, destacou em sua palestra.

Reitor do Unasp, Dr. Martin Kuhn, destaca os avanços da instituição esse ano e detalha o planejamento de trabalho para 2020 e 2021.

“O Unasp é resultado de todos nós e foi pelo trabalho de cada coordenador de curso que vamos finalizar o ano com índices positivos. Um ano que que teve a abertura de novos cursos, mais matrículas em todos os campi, um cenário de equilíbrio administrativo e novas estruturas, não só físicas, mas operacionais. Queremos um Unasp grande e integrado oferecendo excelência acadêmica a todos os alunos”, ressalta o reitor, Dr. Martin Kuhn.

Para os próximos anos, o foco do Centro Universitário é trabalhar com integração de matrizes e introdução de disciplinas institucionais, ter Livros-Texto das disciplinas curriculares e conteúdos programáticos nos planos de ensino.