Livros de diversos gêneros já estão disponíveis em Braille na Bilioteca Universitária do Unasp São Paulo.

Há quase duas décadas o Unasp tem se preocupado em promover a acessibilidade para pessoas que possuem deficiência visual, através de um projeto de inclusão. Uma dessas iniciativas foram as mudanças recentes feitas na Biblioteca Universitária do campus, para que o grupo também tenha acesso às informações. Para isso, a equipe disponibilizou:

Segundo o professor Dr. Roberto Sussumu, coordenador dos projetos de inclusão, “essas são as primeiras ações pontuais, para que nenhum aluno com Deficiência Visual fique sem acesso à informação e seja vítima da exclusão social”, diz.

PROJETO DE INCLUSÃO DIGITAL

Além do avanço na Biblioteca Universitária, os cursos de Engenharia da Computação, Ciência da Computação e Análise e Desenvolvimento de Sistemas também oferecem um projeto para idosos e pessoas com deficiência visual aprenderam a manusear computadores e se aprofundarem no universo digital. Até 2019, 457 idosos e 131 pessoas com deficiência visual foram atendidos, e contou com a participação de 95 alunos voluntários dos cursos de graduação da área tecnológica.

Para Sussumu, a importância desses projetos de inclusão digital consiste em ensiná-los a dominar recursos das tecnologias da informação e comunicação (TIC); facilitar a interação com a geração Y; proporcionar reciclagem e atualização cultural, atividades socioculturais e espaço de sociabilidade aos seus participantes; prover aos idosos a retomada de papéis significativos e importantes dentro da sociedade, retirando-os do isolamento e da situação de inatividade ou falta de perspectiva; oferecer-lhes recursos básicos das TIC’s e também desenvolver a produção e criação de textos, redundando em uma publicação na revista científica do Unasp.

As atividades terão início no dia 17 de março, e para participar o candidato deve comparecer na sala 7 do complexo de Laboratórios de Informática do Unasp-SP, munidos de cópia do CPF e comprovante de residência.