Orquestra Sinfônica do Unasp apresenta espetáculo “Dança Comigo?” em Cosmópolis

Cultura e Ciência

Escrito por

Redação Unasp EC

Publicado em

12 jun 2018

Crédito imagens

Gabriel Fiuza

No repertório ritmos dançantes como Danúbio Azul, Bolero de Ravel, Libertango e outros clássicos que marcaram gerações em todo o mundo

Os apreciadores dos embalos da música clássica em Cosmópolis (SP) foram premiados com o repertório do espetáculo “Dança Comigo?”, apresentado pela Orquestra Sinfônica do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), no Teatro XV de Outubro da na EMEB Educador Paulo Freire, na segunda-feira (11). No repertório os grandes clássicos dançantes que marcaram gerações ao redor do mundo, sob a regência do maestro Jetro Meira de Oliveira.

Ritmos reconhecidos mundialmente como Danúbio Azul (An der schönen blauen Donau) de Johann Strauss (1804-1849), Bolero de Ravel do compositor francês Maurice Ravel (1875-1937) e ainda Libertango de Astor Pantaleón Piazzolla (1921-1992) fizeram parte do repertório. Para a estudante Márcia Andrade um espetáculo jamais assistido. “A orquestra é muito boa e o repertório apresentado foi bem interessante. Foi a primeira vez que acompanhei uma orquestra grande como está e gostei muito”, afirma.

Saiba como estudar na Escola de Artes do Unasp – Engenheiro Coelho

Público lotou o Auditório XV de Outubro em Cosmópolis (SP).

A seleção do repertório dançante do espetáculo “Dança Comigo?”, foi feito pelo maestro Jetro Meira de Oliveira, que explica detalhes da escolha. “As danças sinfônicas, necessariamente não são as dos bailes, mesmo possuindo a regularidade do ritmo, mas valorizam elementos que estão além apenas dos ritmos”, explica.

Durante o concerto, o comerciante José Andrade Filho foi outro cosmopolense que ficou entusiasmado com a apresentação. “Essa orquestra do Unasp é muito boa e o repertório muito agradável. Ganhei a noite com este espetáculo”, resume.

Para a secretaria de Educação e Cultura do município de Cosmópolis, professora Vera Lucia Borelli, o espetáculo foi marcante. “A cidade de Cosmópolis se sente muito honrada em receber esse concerto da Orquestra Sinfônica do Unasp. Um espetáculo que motivou todos para uma semana ainda melhor”, destaca. O evento em Cosmópolis contou com total apoio e parceria da prefeitura da cidade.

Conheça mais sobre o Unasp – Engenheiro Coelho

Orquestra

A Orquestra Sinfônica do Centro Universitário Adventista de São Paulo, campus Engenheiro Coelho, foi criada em 1995 pelo Maestro Vandir Schäffer. Atualmente é regida pelo maestro, Jetro Meira de Oliveira. Sua história é marcada e reconhecida por espetáculos originais desenvolvidos dentro de ritmos variados.

Já fez apresentações e concertos nas cidades de Campinas, Limeira, Piracicaba, Americana, São Paulo, além de outros estados brasileiros. Sua formação é composta de músicos profissionais e universitários da graduação de música e da Escola da Artes do Unasp.

Sobre a apresentação em Cosmópolis, o diretor da Escola de Artes do Unasp, maestro Gerson Arrais, afirma ser um marco. “Essa apresentação de hoje foi marcante, com muita dedicação e qualidade dos músicos. A Escola de Artes do Unasp existe exatamente para promover espetáculos como esse da Sinfônica, motivar novos talentos e levar cultura para as cidades da região”, afirma.

A secretaria de Educação e Cultura do município de Cosmópolis, professora Vera Lucia Borelli, acompanhou o concerto da Sinfônica do Unasp.

Maestro

O maestro Jetro Meira de Oliveira é Bacharel em Música (1990) e Mestre em Regência e História da Música (1996) na Andrews University, EUA, onde estudou sob a orientação do Maestro Zvonimir Hacko, e Doutor em Regência e Literatura na University of Illinois, EUA (2002), estudando com os Maestros Fred Stoltzfus e Donald Schleicher, e musicologia sob a orientação de  John Walter Hill.

Em sua trajetória, o maestro foi convidado em outubro de 2001 pela Music Society of St. Cecilia, para ser o regente do concerto beneficente para as vítimas do ataque terrorista de 11 de setembro. É membro das distintas sociedades acadêmicas Pi Kappa Lambda (música) e Phi Kappa Phi (estudos interdisciplinares), como também da Associação Paulista de Regentes Corais e da Sociedade Brasileira de Musicologia.

 

Veja alguma fotos do concerto em Cosmópolis.