Semana Interdisciplinar relembrou contribuição da Educação Adventista no Brasil

Acontece no Unasp

Escrito por

Raiane Lívia

Publicado em

18 out 2018

Crédito imagens

Divulgação

A Semana Interdisciplinar de Pedagogia e História do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho, realizada entre os dias 15 e 18 trouxe à memória dos alunos das duas licenciaturas uma trajetória histórica de educação transformadora.

O evento teve por tema a “história da formação docente: contribuições da educação adventista no Brasil”. Durante a programação os participantes puderam aprender e trocar experiências sobre educação e como se preparar para o mercado de trabalho como um futuro educador das novas gerações através de palestras, oficinas e mesas de debate.

O diretor do departamento de Educação Adventista para o Estado de São Paulo, professor Antônio Marcos, há 5 anos como departamental criou o projeto “escolhidos para uma missão”. A educação adventista no Estado de São Paulo tem uma representatividade expressiva desde o seu início, chegando hoje a uma média de 71.643 mil alunos espalhados pela Rede Adventista em todo Estado.

A tarefa de transmitir o conhecimento ao outro pode ser uma tarefa difícil para muitos, mas na vida de um professor esse trabalho se torna uma missão de vida. O desafio de um educador pode parecer árduo, mas no final é gratificante. Antônio Marcos ressalta a importância da Educação adventista na sociedade como uma formação equilibrada daqueles que serão o futuro do país. “Os valores deve acompanhar. Uma asa é o conhecimento, a outra asa são os princípios e valores, ninguém voa com uma asa só. Precisa ter equilíbrio para alcançar um lugar ao sol, e isso é uma parte do que a educação adventista pensa”, destaca.

Para o coordenador da faculdade de História do Unasp, Helder Hosokawa essa semana teve como objetivo fazer com que os alunos conhecessem um pouco mais da história daquilo que eles escolheram para toda a vida que é ser um educador. “Existe o risco de uma instituição que já completou 120 anos, de nós não conhecermos nem um terço da história dela. A história tem o papel de resgatar as fontes do início de tudo, que hoje para um pedagogo e um professor de História podem estar inacessíveis. Eu fico maravilhado em ver que uma sementinha de mostarda produziu um fruto que hoje está no mundo, está no Brasil e é relevante para o país”, explica.

A interdisciplinaridade foi o destaque do evento. A coordenadora do curso de pedagogia, Rebeca Darius, enfatiza a importância dessa troca de experiências e saberes entre os dois cursos. “A parceria entre o curso de Pedagogia e História fortalece as Licenciaturas, nós temos coisas em comuns, e o objetivo é dar ênfase a elas”, pontua.

Alunos egressos que já passaram pelas salas de aula da faculdade do Unasp também tiveram a oportunidade de dar seu testemunho como atuais profissionais na área da educação. Taís Gonçalves foi aluna da 4ª turma de História e atualmente exerce a profissão de professora no Colégio Unasp. Hoje ela dedica sua vida para transformar as suas aulas em algo transformador para seus alunos. “ Eu percebi que para a sala de aula, você precisa ter um currículo mais amplo e investir tempo naquilo que você gosta para fazer a diferença na sala de aula. Como eu gosto muito de viajar, eu usei isso a favor das minhas aulas, para meus alunos. E esse tem sido meu diferencial trabalhando na Rede Adventista”, comenta.