Semana de Jornalismo e Comunicação Social fortalece experiências de mercado

Acontece no Unasp

Escrito por

Leonardo José e Thaina Reis

Publicado em

27 set 2019

Crédito imagens

Aicom

Universitários Rádio e Tv, Publicidade e Propaganda e Jornalismo foram premiados pelo desempenho acadêmico

O mercado da comunicação cresceu significativamente nos últimos anos. Com o advento da tecnologia digital, estar conectado com tendências de mercado ganhou o status de necessidade primária para comunicadores. Para fortalecer ainda mais essa relação, a coordenação das faculdades de Jornalismo e Comunicação Social, realizou a semana acadêmica, promovendo aos universitários troca experiência com profissionais de conhecimentos multidisciplinares.

Coordenador das faculdades de Jornalismo, Publicidade e Propaganda e RTVi, Dr. Rodrigo Follis.

Leia também
Universitários de Comunicação do Unasp recebem prêmio por destaque acadêmico

No primeiro dia, Gustavo Berton, narrador e jornalista do canal Fox Sports, foi responsável por uma conversa informal sobre suas experiências e o futuro do jornalismo. Na segunda noite, a ex-funcionária da Microsoft e empresária Vivian Moraes, falou sobre gerenciamento de carreiras freelancer e dos desafios da produção de eventos. No dia seguinte, Ulisses Dantas, do startup Kludo, explicou como aplicar gamificação aos negócios. E, na noite de encerramento, o gerente de planejamento da Sapient AG2, Conrado Braga, ressaltou os principais pontos das transformações digitais para as marcas.

O evento foi proveitoso tanto para professores quanto para estudantes. Os alunos com as melhores médias de cada turma em 2018 foram premiados. Para o coordenador dos cursos, doutor Rodrigo Follis, o que mais chamou a atenção foi o desafio que os palestrantes propuseram aos alunos. “Esse tipo de desafio da pessoa pensar à frente, ter o olhar do mercado, e ver que ele exige que você goste do que você está fazendo e o faça bem foi o ápice da semana”, enfatiza.

As expectativas da organizadora, professora Lizbeth Kanyat, foram superadas. Para ela, o diferencial foi que palestrantes procuraram abranger as três áreas de comunicação. “Gostei muito da experiência que os alunos puderam ter nessa semana. Tive gratas surpresas em relação às palestras com os oradores que deram experiências pessoais, e isso faz com que os outros se conectem e se identifiquem”, ressalta. Ela espera que os alunos tenham sido alcançados por todas as apresentações, a fim de cumprir o propósito de uma educação completa.