Reforma no Colégio Unasp traz conforto aos alunos

Não Classificado

Escrito por

Redação

Publicado em

20 ago 2014

 

Atualmente, o Colégio Unasp atende 1080 alunos, desde a Pré-escola até o Ensino Médio. O crescimento em números de estudantes é significativo, por isso a administração da escola visa melhorias na infraestrutura local. Os banheiros foram reformados, as quadras pintadas, além da reestruturação no laboratório de Química. “Para 2015, teremos seis novas salas de aula”, comemora a diretora do Colégio, Carla Lopes.   

A coordenadora do departamento de Engenharia Civil, Suzete Evangelista, foi responsável pela reforma dos banheiros e explica como foi o processo: “Há dois anos recebi a proposta de conduzir esse projeto e desde então tenho trabalhado para que tudo seja bem feito”, revela.  Novos utensílios foram instalados nos banheiros, como chuveiros, privadas adaptadas para crianças menores, além do banheiro para crianças com necessidades especiais.

A reforma no prédio da escola básica movimentou os anos de 2013 e 2014 e os alunos acompanharam de perto essa transformação. Vitória Barbosa, aluna do terceiro ano do Ensino Médio, diz que “os banheiros ficaram mais modernos. As portas foram trocadas por portas melhores. Foram colocados mais espelhos, e com isso, melhorou o bem estar dos alunos”, completa.

“Recebemos estudantes de diversos outros municípios paulistas como Conchal, Mogi Guaçu, Águas de Lindóia e até de Monte Sião, em Minas Gerais” conta a diretora Carla. Segundo ela, os pais acreditam no potencial da escola, por isso, vale a pena investir na educação e na infraestrutura local.

Responsável pela construção das novas salas de aula o arquiteto, Rolf Maier, confirma: “A obra está em bom andamento. O crescimento aqui é dinâmico e o departamento de construção não para”. Rolf acrescenta que tudo o que é oferecido pelo Unasp é de qualidade e com o objetivo de melhorar o ambiente de estudo.

Além dos banheiros, as salas novas estão empolgando os alunos. “Achei ótima essa iniciativa, pois aumentará o número de salas dos oitavos e nonos anos, que hoje possuem apenas uma sala cada ano”, ressalta a estudante Vitória.  A reforma aconteceu no período de férias, evitando que os alunos fossem incomodados com a sujeira e o barulho. “O que foi ótimo, pois não causou nenhum desconforto enquanto estávamos em aula”, comenta Vitória.