Português: a sexta língua mais falada no mundo

Não Classificado

Escrito por

Redação

Publicado em

06 nov 2014

Originado do latim, irmã do italiano, francês, romeno e espanhol, o português é uma das últimas separações da família linguística. Herança portuguesa, que com o tempo foi modificada, a Língua Portuguesa é a sexta mais falada no mundo e mais de 250 milhões de habitantes se comunicam através dela. Atualmente, o português é a língua oficial de Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Mas cada localidade têm suas características peculiares.

Milton Torres, professor e coordenador do curso de Letras do Unasp-EC, explica que a grande diferença entre o português dos diferentes territórios tem a ver mais com a questão de tempo e geografia. “As diferenças são fonéticas, dialetais, lexicais e até sintáticas. Todas as línguas mudam com o tempo. O fato de o Brasil ser tão longe de Portugal, assim como os outros países, contribuiu para que as mudanças que ocorreram com os tipos de português, com o tempo, fossem diferentes”, conta.

Existe uma lenda de que o português é uma das línguas mais difíceis do mundo. O professor do curso de Letras, Davi Oliveira, desmente. “Há duas lendas que se espalharam entre nós. A primeira é a de dizer que a nossa língua é a mais difícil do mundo e, a segunda, que o melhor português é falado no Maranhão. Não passam de lendas sem fundamentos científicos’, pontua. Torres completa o professor dizendo que “o português tem uma sintaxe mais complexa do que a do inglês, por exemplo. O inglês, por sua vez, tem uma fonética mais complicada do que a do português. No final das contas, levando-se todos os níveis em comparação, as duas línguas têm o mesmo grau de complexidade”, exemplifica.

O principal motivo da dificuldade das línguas é a familiaridade com os fonemas. “O aprendizado de línguas como o latim, o alemão e o grego exige mais tempo. Além disso, é preciso levar em conta que línguas tonais, como algumas línguas da África, Ásia e indígenas do Brasil, também exigem muito esforço por parte dos brasileiros, pois não estamos acostumados a ouvir línguas que não contam com acentuação exclusivamente tônica”, explica o coordenador.

Nordestino, sulista, carioca, mineiro, paulista ou qualquer outra variação, todas compõe esse idioma na forma em que é falado no Brasil. “Todas as variedades do português se prestam admiravelmente bem à comunicação, tem sua beleza peculiar e merecem todo o nosso respeito”, ressalta Milton Torres.

Nessa quarta, 05 de novembro, foi comemorado o Dia Nacional da Língua Portuguesa. Em 2006, foi sancionado o projeto de lei que institui a data, que é o dia do aniversário de nascimento de Rui Barbosa, um dos defensores da língua portuguesa no Brasil.