Pesquisadores do Unasp ministram oficina na Unicamp

Cultura e Ciência

Escrito por

Leandro Oliveira

Publicado em

31 out 2018

Crédito imagens

Divulgação

Alunos do curso também participaram do encontro realizado em parceria com a USP

A Universidade de Campinas realizou em parceria com a Universidade de São Paulo a quinta edição do encontro “E por falar em tradução”. O evento é realizado bianualmente desde 2010 e reúne pesquisadores e estudantes interessados em teoria e prática da tradução. Entre os palestrantes, os pesquisadores Milton Torres e Ana Schäffer, do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho, ministraram duas oficinas no encontro em Campinas (SP).

As novidades, debates e reflexões sobre os tipos de tradução, como questões técnicas, literárias, audiovisuais (audiodescrição, legendagem, dublagem), e de interpretação oral (interpretação de conferências, interpretação comunitária), foram abordados durante o “E por falar em tradução”.

A primeira oficina foi oferecida pela pesquisadora doutora Ana Schäffer, que abordou o tema “Razão e sensibilidade na tradução de gênero”. O encontro serve de referência para atualização de novos profissionais, como comenta a docente. “É um evento que repercute a realidade da profissão de tradução pela participação de referenciais internacionais da área e atualização do mercado de tradução”, destaca. Ana Schäffer é professora titular da graduação em Letras do Unasp, no campus Engenheiro Coelho.

A segunda oficina foi ministrada pelo pesquisador doutor Milton Torres, que abordou o tema “Educação e humor: a tradução de antigas anedotas gregas sobre o pedagogo”. Torres é coordenador das graduações de Letras e Tradutor Interprete do Unasp, no campus Engenheiro Coelho.

Alunos

Além dos professores, alunos da faculdade de Letras também participaram do encontro. Entre eles, a formanda Elina Dorneles, que classificou o encontro como uma oportunidade para ampliar as expectativas profissionais. “Eventos como este são importantes para conhecer a experiência de outros tradutores, conhecer mais sobre as diversas áreas que eles trabalham, é conhecer um novo ambiente, novos. O encontro abre um pouco a mente para a profissão’, destaca.

Letras no Unasp

A participação de universitários em eventos científicos é incentivada dentro do ambiente acadêmico do Unasp. Para a pesquisadora doutora Ana Schäffer isso amplia a formação profissional. “Para os alunos esse contato é imprescindível, pois os coloca diante de profissionais atuantes em contextos variados de tradução e interpretação por meio de palestras, debates e oficinas práticas”, comenta.

Estuda Letras aquele que é apaixonado por linguagem, literatura, produção de textos e diferenças culturais. Além disso o profissional de Letras é aquele que transmite os conhecimentos da estrutura da língua mãe e de outras línguas. É possível também trabalhar com tecnologias da linguagem.

No Unasp, o licenciado em Letras aprende muito da cultura inglesa e portuguesa e faz da carreira profissional um mundo de cultura e inovação através da linguagem. Além disso, o curso conta com laboratórios práticos e mantém o foco na formação de educadores que primam pelo desenvolvimento do educando, incluindo sua formação ética, a construção de sua autonomia intelectual e de seu pensamento crítico. Conheça mais sobre o curso de letras do Unasp agendando uma visita para conhecer a instituição. Ligue para (19) 3858-9000 e marque o melhor dia para sua visita.