Orquestra Bachiana marca primeiro evento comemorativo dos 70 anos do Unasp Hortolândia

Acontece no Unasp

Escrito por

Glória Barreto

Publicado em

28 fev 2019

Crédito imagens

Dilan Pitter

Na noite de quarta-feira, 27 de fevereiro, a Orquestra Bachiana Filarmônica do SESI SP, sob a regência do maestro João Carlos Martins, se apresentou no Unasp Hortolândia. Estiveram presentes no evento aproximadamente 2500 pessoas. A programação que durou cerca de uma hora, marca o início das comemorações dos 70 anos do campus.

Orquestra Bachiana Filarmônica do SESI SP

Reitor do Unasp, Martin Kuhn, agradece a presença do maestro João Carlos Martins.

O maestro João Carlos Martins que recentemente passou por uma cirurgia, contou que agora não pode mais tocar piano, sua última apresentação foi ao ar no dia 17 de fevereiro, no fantástico. Martins, renomado pianista, teve que abandonar parcialmente o instrumento após alguns acidentes, mas tornou-se maestro e segundo ele sempre encarou suas dificuldades e desafios com uma “trajetória de esperança”. Nesta quarta, ele regeu a Bachiana usando apenas sua mão direita, porque a outra anda estava protegida por uma tala, em recuperação da cirurgia. “Esse velho maestro mesmo operado, jamais cancela um concerto e é essa a razão que estamos aqui, para honrar nosso nome junto a vocês”.

Sobre a experiência de tocar no Unasp, o maestro acrescentou: “É a terceira vez que nos apresentamos no Unasp. Temos também parceria com alguns maestros do Unasp que fazem parte do curso da Bachiana Filarmônica no Orquestrando o Brasil. E é um orgulho estar novamente aqui”.

Os alunos da graduação que também estiveram presentes e apreciaram o concerto. “A música faz toda a diferença na vida das pessoas, e essa foi uma oportunidade única de um contato com música de qualidade. A direção pode trazer outras apresentações que eu não vou perder, eu gostei muito”, felicitou Kátia Rodrigues, estudante de direito.

Já a visitante da comunidade e aposentada, Jocely Burlandy, relatou seu entusiasmo pelo evento.  “Eu fiquei sabendo que a Orquestra Bachiana Filarmônica se apresentaria aqui através de um convite entregue na igreja. E foi maravilhoso, não poderia ser melhor, vibrei”!

Unasp Ht 70 anos – Vivendo uma Nova História

Esse é o primeiro programa comemorativo do aniversário do Unasp Hortolândia e segundo os organizadores, agradou o público. “O evento é resultado de uma parceria da reitoria do Unasp com o SESI. A orquestra já se apresentou nos outros dois campis, e aqui novamente a programação foi um sucesso. Nós estamos em uma quarta-feira e tranquilamente podemos contar mais de 2500 pessoas presentes”, enfatizou um dos responsáveis pelo evento, Wanderson Paiva.

Michael Santos recebe prêmio por sua frase: Vivendo uma nova história.

Entre os planos para comemorar os 70 anos do Unasp Hortolândia, foi criada uma promoção no final de 2018. A ideia do projeto era que os alunos e professores sugerissem uma frase comemorativa pelo aniversário do campus. Foram selecionadas 8 frases que receberam prêmios e a frase finalista escolhida foi: Vivendo uma Nova História, criada pelo aluno do curso de Publicidade e Propaganda, Michael Santos. Na programação de ontem, os donos das frases escolhidas foram premiados.

Wanderson Paiva, que também é um dos representantes do comitê dos 70 anos do Unasp Hortolândia, conta a relevância da promoção. “O concurso das frases foi uma ideia do Comitê dos 70 anos, para ter a participação dos alunos e professores. E é importante que a frase tenha surgido em meio a comunidade acadêmica, porque ela representa melhor porque todos se sentem participantes do projeto”.

O prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini, que veio prestigiar o evento e parabenizou o campus reconhecendo a importância do Unasp para o surgimento da própria cidade. “Para falar do Unasp nós teríamos que recordar toda a história de Hortolândia. O Unasp não só começou a cidade, mas influenciou a cultura da população através de sua religiosidade e da sua forma de educar, pois ensina as pessoas a serem humanas em uma educação de extrema excelência”.