Mutirão de Natal mobiliza comunidade do Unasp em campanha Solidária

Impacto Social

Escrito por

Raiane Lívia

Publicado em

21 out 2018

Crédito imagens

Raiane Lívia

O projeto Mutirão de Natal visa atender famílias carentes da região do Unasp

O final do ano é marcado pelo sentimento de solidariedade ao próximo. Um exemplo disso são as diversas campanhas sociais que surgem com mais intensidade durante esta época. Há 24 anos um projeto nasceu no coração de um casal que planejou doar seu tempo e esforços para ajudar outras pessoas através de uma campanha de arrecadação de alimentos. Essa iniciativa hoje é conhecida em toda a América do Sul como Mutirão de Natal e tem feito a diferença na vida de muitas pessoas.

O projeto é coordenado pela Ação Solidária Adventista (ASA) e pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) que tem o objetivo de ajudar os mais necessitados com o necessário para a subsistência de cada ser humano.

A coordenação da ASA e ADRA do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho deram início no sábado (20) a mobilização da comunidade através de uma recolta de alimentos e recursos financeiros em prol de 300 famílias assistidas através do trabalho feito pelos dois núcleos da região do Unasp.

O núcleo da ADRA no Unasp atende, sistematicamente, uma média de 180 famílias com cesta básica e roupas. Já na cidade de Engenheiro Coelho o pólo da ADRA oferece assistência à 100 crianças carentes. O mutirão de Natal tem o objetivo de robustecer o abastecimento dos recursos que são doados as pessoas mais carentes para duração de todo o ano. Para o coordenador da ação no Unasp, Paulo Henrique de Souza, a satisfação em poder ajudar as pessoas é a maior motivação desse projeto. “Quando você vê as pessoas que vão ser atendidas, porque você percebe no olhar delas que elas estão se sentindo bem porque elas encontraram com quem contar. É duro na vida você se sentir sozinho. Então quando elas vêm aqui, a gente pode atendê-las, você vê no olhar delas que aquilo traz paz e conforto”, expressa.

O Mutirão de Natal existe pela disposição de voluntários que doam seu tempo em prol do avanço dessa obra de ajudar aos outros. A estudante Maria Elísia tem satisfação de sempre que pode ajudar as pessoas com o seu tempo e animação. “Eu me sinto honrada em poder fazer a diferença na vida de algumas famílias, e mostrar para elas que nós nos importamos com o bem-estar do próximo”, afirma.

Aqueles que tiverem interesse em contribuir com o Mutirão de Natal podem procurar a ASA ou a ADRA do Unasp em Engenheiro Coelho e fazer sua doação, ou se inscrever como voluntário nas campanhas de arrecadação que acontecerão até o final deste ano, nos dias 10 de novembro e 08 de dezembro.