Ministro do STF recepciona universitários do Unasp durante imersão profissional

Profissão e Mercado

Escrito por

Jota Terres

Publicado em

10 maio 2019

Crédito imagens

Divulgação

Iniciativa busca aproximar futuros advogados das instituições e órgãos públicos do país

A Faculdade de Direito do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp) é reconhecida pela qualidade de ensino e práticas diversificadas que fortalecem o conhecimento teórico com a vivência profissional. Para ampliar o contato dos universitários com o exercício profissional, vinte e dois futuros advogados e professores, realizam uma imersão profissional nos principais órgãos públicos de Brasília (DF) e foram recebidos pelo ministro Luís Roberto Barroso do Supremo Tribunal Federal (STF).

Buscando ampliar a vivência profissional, universitários e professores se uniram para tornar o conhecimento da sala de aula mais prático. A iniciativa inédita foi coordenada pela professora Mônica Fiori durante oito meses para que os alunos desfrutassem de intercâmbio cultural e profissional. “O processo de aprendizagem compreende uma combinação de diversas metodologias de ensino, leitura, aulas expositivas, soluções de cases e a vivência prática, que se dá pelos estágios supervisionados, viagens técnicas acadêmicas e turísticas culturais. A viagem técnica à Brasília, teve papel de destaque no processo de um aprendizado de excelência. Nossos alunos estão voltando estimulados, cheios de novas experiências e metas. Eu retorno realizada e cheia de energia para proporcionar cada vez mais, o melhor aos nossos alunos”, expressa a professora Mônica Silva Fiori.

Para a universitária Evelyn Caroline Vênancio, a novidade foi uma oportunidade. “Eu enxergo a nossa ida à Brasília como um divisor de águas. Lá nós tivemos a oportunidade de vislumbrar de perto o funcionamento das principais instituições jurídicas do nosso País”, destaca.

Visitação no Tribunal Superior do Trabalho em Brasília (DF)

A oportunidade de acompanhar uma sessão de julgamento no Supremo Tribunal Federal nunca será esquecida. “Um ponto que avalio ter sido de extremo valor foi a oportunidade ímpar em ver de perto um julgamento dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e assim, aprender valiosas lições”, relata.

A imersão possibilita os universitários ampliarem seus horizontes profissionais, explica o professor doutor, Dilson Cavalcanti. “Muitas vezes a vivência em sala de aula é limitada aos livros, vídeos e outros poucos meios. Desta forma, o aluno nem sempre consegue ter uma visão do que pode vir a se tornar no futuro. Então, quando os alunos fazem uma viagem como esta, em que se pode ter acesso aos órgãos máximos do País, conversar com ministros, eles conseguem ver que também têm as condições de tornarem-se profissionais do alto escalão”.

Os benefícios da imersão serão sentidos ainda durante a faculdade. “Esta oportunidade de vir até Brasília oferece ao aluno a visão necessária para que volte e enfrente os desafios da faculdade de uma forma totalmente nova”, acredita Cavalcanti.

Ao fim do julgamento do STF, o ministro Luís Roberto Barroso dirigiu palavras de incentivo específicas aos alunos dos Unasp. “Não dá para se tornar um país desenvolvido com padrões éticos que se praticam no Brasil. Então, se nós queremos furar o cerco e deixarmos de ser uma nação mediana precisamos elevar as práticas políticas dos agentes públicos e privados do País”, afirma.

Sobre a presença dos universitários do Unasp, Barroso ainda destacou. “O Brasil precisa de gente jovem e idealista. O maior problema do nosso País, tirando a corrupção é a mediocridade. Nossa nação precisa gente como vocês, que estudem, que primem por serem corretas e que trabalhem. Nós contamos e precisamos de todos vocês”, recomenda o ministro.

Além do STF, o grupo visitou o Superior Tribunal de Justiça (STJ), Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Congresso Internacional da Associação brasileira de Juristas Evangélicos (Anajure), Tribunal Superior do Trabalho (TST), Palácio do Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores), Congresso Nacional e escritório jurídico da Divisão Sul-americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Direito Unasp

O bacharel em Direito é responsável por aplicar as normas judiciais vigentes no país tanto para pessoas quanto para empresas. Além de manter a harmonia nas relações entre os cidadãos, empresas e o poder público. Quem escolhe cursar Direito encontra diversas opções quanto ao exercício da profissão, uma vez que a área é ampla tanto nos setores públicos como privados.

Segundo o coordenador da Faculdade de Direito do Unasp, em Engenheiro Coelho, Filipe Piazzi, o mais importante é dar ao aluno o orgulho de pertencer a este sistema através do reconhecimento necessário. “Hoje, nós definimos um plano de ação para o nosso curso baseado em cinco eixos: acadêmico, formação profissional, relações institucionais, relação com os discentes e um eixo de internacionalização. Através destas ações iremos alavancar questões que nos tragam a nota máxima do Ministério da Educação (MEC) e do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade)”, ressalta.

Para Piazzi, outro destaque que o Unasp busca para ampliar ainda mais o reconhecimento do Universitário formado na instituição é ampliar ainda mais o índice de aprovação OAB. “Além disso, já estamos buscando o selo de recomendação, que virá através do índice de aprovação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)”, concluí.