Jornada de Nutrição destaca Alimentação Funcional na Promoção da Saúde no Unasp

Acontece no Unasp

Escrito por

Murilo Pereira

Publicado em

13 maio 2016

O curso de Nutrição do Unasp campus São Paulo, promoveu entre os dias 9 e 11 de maio a 14ª edição da Jornada de Nutrição. Durante esses três dias, os universitários tiveram a oportunidade de se atualizarem a respeito de importantes temas relacionados à alimentação funcional. Além de serem orientados sobre aspectos importantes para a carreira de qualquer nutricionista. Entre os palestrantes estava a coordenadora da Comissão de Ética do Conselho Regional de Nutricionistas, CRN-3, Fabiana Poltronieri.

Durante os dias de evento, houve bastante espaço para o reconhecimento do trabalho e dedicação de alunos e ex-alunos. Todos os dias, no Momento #SouNutriUnasp, os estudantes tinham a oportunidade de compartilhar com os colegas os resultados de projetos de pesquisa realizados em diferentes temáticas estudadas pela Nutrição.

Entre eles, ex-alunos como a egressa, Alessandra Pacheco, retornaram como palestrantes para compartilhar com os universitários atuais as conquistas e experiências que obtiveram no mercado a partir do conhecimento que adquiriram no Unasp-SP. Alessandra hoje é sócia de uma empresa que oferece consultoria em segurança de alimentos.

A convidada, Natália Utikava, é mestranda em Nutrição em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da USP e pesquisa os impactos ambientais causados pelos hábitos alimentares dos brasileiros. Ela trouxe uma compreensão atual da necessidade da promoção da sustentabilidade na alimentação.

“Se nós que lidamos com a alimentação não soubermos lidar não apenas com as questões nutricionais, mas também a respeito de todo o impacto que aquele alimento produziu no meio ambiente, na sociedade e na economia, ninguém mais pode fazer. Somos nós que temos formação e informação para a visão mais integral e macro desse assunto. É fundamental incorporarmos essa questão nos cursos de Nutrição e termos cada vez mais essa preocupação. Eu sempre brinco de que nós, profissionais da saúde, em primeiro lugar somos profissionais da educação. Nós temos um papel educativo extremamente importante em qualquer área de atuação. Não só na academia, mas no consultório temos esse potencial de educar, no nosso trabalho em restaurantes e com nossos gestores. O tempo todo estamos tentando praticar a orientação nutricional e agora também incorporando nossa preocupação com a sustentabilidade”, explicou a pesquisadora.

O universitário Narcisio Rios, conta que aproveitou a oportunidade para aprender com os convidados e em especial aproximar-se de uma área da qual se interessa muito que são as questões profissionais e trabalhistas que garantem o bom desempenho das funções do nutricionista.

“Sem dúvida a semana foi bastante enriquecedora a nível de conhecimento e a nível de contatos com os palestrantes e outras pessoas que estão participando do evento aqui conosco. Além da Jornada de Nutrição, o Unasp tem oferecido a nós alunos oportunidade de estar participando em diversas políticas e diversos meios para defender a nossa área. Por exemplo, eu fui nomeado pelo curso de Nutrição como estudante representante do curso de Nutrição do Unasp no CRN-3 Jovem que é um programa do Conselho. Sem dúvida, é uma responsabilidade grande que a gente procura exercer e mostrar o diferencial do nosso curso aqui”, afirmou o aluno.

Entre os assuntos abordados, houve a participação especial, via videoconferência, do doutor Marcello Leal, diretor do Ministério de Saúde da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul. O médico falou sobre Nutrição e missão apresentando novas perspectivas, necessidades e oportunidades para a atuação de profissionais nutricionistas na organização adventista.

“A ideia central desse projeto que trabalhou o conceito da alimentação funcional na promoção da saúde, é justamente alinhada com a filosofia adventista de saúde e alimentação que promove uma dieta rica em vegetais, em cereais integrais, em alimentos mais voltados ao seu estado natural. Uma dieta rica em alimentos de origem vegetal que é também funcional porque é muito rica em compostos bioativos. Isso foi bastante explorado de uma forma muito equilibrada ao longo do programa e nós pudemos mostrar as diversas áreas de atuação do nutricionista e perspectivas futuras de atuação profissional. Temas inovadores como sustentabilidade, epigenética e genética nutricional acabaram entrando na abordagem do programa também e tivemos ampla participação dos alunos”, sintetizou a coordenadora do curso de Nutrição do Unasp, Marcia Cristina Martins.