Faculdade de Teologia do Unasp realiza 23º edição da Jornada Bíblica

Cultura e Ciência

Escrito por

Tátila França

Publicado em

05 dez 2019

Crédito imagens

Tátila França

O evento é dedicado ao incentivo à pesquisa  acadêmica no curso

Na última semana, a Faculdade de Teologia (FAT) do Centro Universitário Adventista de São Paulo, campus Engenheiro Coelho, realizou a 23º edição da Jornada Bíblica. Uma vez por semestre a Jornada é realizada.

O evento tem o objetivo de incentivar a pesquisa entre os teologandos. A Faculdade possui treze grupos de pesquisa, na jornada, eles têm a oportunidade de apresentar os trabalhos desenvolvidos durante o semestre. Neste segundo semestre, apenas seis alunos apresentaram. Mesmo quem não participa dos grupos de pesquisa, mas realiza pesquisa ou desenvolve TCC, pode apresentar.

Para o diretor da Faculdade de Teologia, pastor Reinaldo Siqueira a Jornada Bíblica é importante para o curso porque além de ser uma preparação ministerial não deixa de ser um programa acadêmico. “A pesquisa é incentivada entre alunos e professores. Alunos trabalham nos grupos de pesquisa para aprofundar temas bíblicos. Então, isso ajuda a desenvolver um ambiente de pesquisa e investigação”, declara.

Os alunos do primeiro não participam dos grupos de pesquisas e consequentemente da jornada Bíblica.  Para Ivo de Carvalho, quarto ano, esperava por esse momento desde o primeiro ano, o Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia (SALT) em São Paulo está dando passos importantes para sua inserção na academia teológica brasileira. “O número de grupos de pesquisa aumentou consideravelmente, bem como a participação de teologandos em congressos de religião e teologia”, conta.

O estudante também acredita que não há como separar a Teologia da pesquisa. O teólogo, através de sua influência, forma bases éticas de uma parcela significativa da sociedade. “Todo pastor e teólogo é primeiramente um pesquisador. Estudar e investigar o texto bíblico é uma arte que envolve humildade, tempo e muita dedicação”, afirma.

Os grupos são divididos e fazem estudos dentro das seguintes áreas: Teologia Prática, Teologia Fundamental-Sistemática, Tradições e Sagradas Escrituras. Oito professores do próprio Curso fizeram parte da banca avaliadora. Cada apresentação teve duração de 20 minutos, sendo que 10 minutos foi reservado para perguntas dos professores e público.

O teologando Rafael Mezari por ser do primeiro ano, dessa vez, ficou na plateia. Mas tem pretensão para realizar pesquisa para o ano que vem. “É uma forma interessante de estudar. Através da pesquisa é possível aprender e aprofundar algum conteúdo não passado em sala”, conta o estudante.

Na capela do Curso, que acontece toda quarta-feira, foi anunciado os vencedores da Jornada. Wesley Schiavetti, Ivo Ribeiro e Bruno Duarte ganharam em primeiro, segundo e terceiro lugar respectivamente. O prêmio total soma seiscentos reais em livros.