Isenção filantrópica viabiliza sonho de universitária

Acontece no Unasp

Escrito por

Assessoria de Imprensa

Publicado em

23 out 2017

Estudante de Artur Nogueira aproveita oportunidade e realiza o sonho de cursar Ensino Superior

O Fórum Nacional de Instituições Filantrópicas (FONIF) escolheu o dia 20 de outubro como o Dia da Filantropia. Um recente estudo sobre o panorama da educação apresentado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostra que apenas 15% dos estudantes brasileiros estão no Ensino Superior, sendo a grande maioria dentro de instituições privadas e filantrópicas. O Centro Universitário Adventista de São Paulo é um exemplo de instituição filantrópica. Em 102 anos de história já beneficiou milhares de pessoas no Brasil e no exterior.

A contribuição das entidades educacionais filantrópicas viabiliza o sonho de acesso à educação de qualidade para pessoas carentes, desde o Ensino Básico até a graduação. Dados do FONIF revelam que isenções e imunidades governamentais garantem apenas o montante de R$26,7 bilhões, ficando atrás das desonerações da folha de pagamento e do Simples Nacional.

Quase 75% dos estudantes brasileiros no ensino superior estão em instituições privadas e filantrópicas. Outro número impactante mostra que a cada R$ 1 de isenção oferecida pelo governo, as instituições filantrópicas retornam R$ 6 à sociedade através de suas ações.

Sonho Universitário

A possibilidade de ganhar uma bolsa de estudos com isenção de 100% do valor das mensalidades motivou a jovem paulista, Paloma Alves a sonhar com o Ensino Superior. Ela mora na cidade de Artur Nogueira, interior paulista, com seus pais, que tomaram a decisão de sair da capital em busca de viver em um lugar mais tranquilo e sem a correria de cidade grande.

No entanto, a vida no interior nunca foi fácil para Paloma e sua família. O desemprego e falta de estrutura sempre adiaram, o sonho cursar uma faculdade após a conclusão do Ensino Médio. Seus pais se esforçavam para manter a casa, porém não teriam condições de financiar um curso de graduação para a filha.

Em meio a incertezas e dúvidas sobre o futuro, a decisão de residir no interior foi decisiva para o futuro da jovem. Ao ler a notícia de um convênio que iria beneficiar jovens carentes, Paloma viu a oportunidade de concretizar o aguardado sonho de ingresso no Ensino Superior. Um convênio entre o Unasp, campus Engenheiro Coelho, e a Prefeitura de Artur Nogueira garantiu isenções para jovens talentos da cidade. A Universidade, através do programa de filantropia, iria atender os jovens carentes em seus 16 cursos superiores.

Paloma não perdeu tempo. Junto com sua mãe, seguiu até a Secretaria de Educação da cidade no dia combinado, no entanto, preferiu não se empolgar. Achava que as chances eram mínimas. Para a surpresa dela e de sua família, o edital com o resultado continha o seu nome na lista de contemplados.

Futura advogada

A mais nova universitária do Unasp começou um novo ciclo cheio de expectativas. Ela cursa do curso de Direito. “Sem essa bolsa eu não conseguiria estar estudando, não teria recursos para cursar a Faculdade de Direito. O Unasp tem sido incrível e é realmente algo muito abençoado na minha vida essa oportunidade. Sem essa bolsa de estudos, o meu sonho não seria realizado”, expressa.

A futura advogada irá concluir o curso apenas em 2021. Essa é apenas uma das centenas de histórias proporcionadas pelo programa de filantropia do Unasp, através das isenções governamentais concedidas em benefício da sociedade.