Internato atinge mais de 1000 matrículas no Unasp campus Engenheiro Coelho

Acontece no Unasp

Escrito por

Adalie Pritchard | Edição: Sarah Dornelis

Publicado em

18 set 2020

Crédito imagens

Agência Integrada de Comunicação do Unasp campus Engenheiro Coelho

O Unasp campus Engenheiro Coelho, como outras instituições de ensino, tem passado por novos desafios em virtude da pandemia. Foi necessário criar uma estratégia para gestão de permanência dos alunos e captação de novos. A direção de desenvolvimento estudantil junto com seus pares elaborou um plano de marketing para atingir essa meta.

O campus matriculou 1.005 alunos nesse semestre, e segundo a secretária Elizabeth Caetano, “ainda pretende receber mais matrículas do módulo de teologia até o final do mês”. Desse modo, a média estatística se aproxima da quantidade de 1.070 alunos do semestre passado. A direção considera esses números como “um grande triunfo”, tendo em vista a crise econômica mundial. 

As estratégias usadas tiveram como base o foco no marketing digital orgânico para despertar o interesse do público-alvo. Letícia Caron, gerente da Agência Integrada de Comunicação do campus, AICOM, afirma que a intenção é realmente “mostrar que o Unasp se preocupa com os sonhos dos alunos. Que eles não são apenas números, mas que a instituição quer que eles tenham experiências para a vida”.

O diretor de Marketing do Unasp Engenheiro Coelho, Aquila Bueno, afirma que “por meio das redes sociais, eles querem mostrar que o Unasp é um lugar estruturado por ser seguro, confortável, e um ambiente ideal para estudar e criar experiências para a vida”.

A instituição criou uma pesquisa para escutar o que os alunos esperam do Unasp nesse novo momento. Com base nesse levantamento, a AICOM juntamente com a Direção de Desenvolvimento Estudantil organizou um calendário de atividades que se fundamentou nos pilares: “físico, mental e espiritual”.

Além disso, muitas pessoas puderam acompanhar nas redes sociais as diferentes movimentações que aconteceram no campus, como festas temáticas, show de talentos, atividades esportivas e religiosas ao ar livre, entre outras.

O diretor de desenvolvimento estudantil Bruno Fortes diz que melhorar a experiência do aluno é uma prioridade. “Decidimos fazer um trabalho de acolhimento específico permitindo que o Unasp se tornasse uma extensão das coisas boas da casa desses alunos. Isso desperta neles um senso de pertencimento”, menciona. 

Fortes acredita que “o aluno é o personagem mais importante do internato” e percebe um crescimento potencial da instituição também no aspecto social. Ele se anima ao observar “os outros elementos que compõem o Unasp, como a capacidade acadêmica, a força artística e cultural, a formação de voluntários para missões e o clima de férias”.

A realização dos eventos foi possível, em virtude do cumprimento das normas de seguranças mantidos em toda a quarentena. O campus não registrou nenhum suspeito ou caso confirmado de contaminação da covid-19 no internato até o momento. A instituição se preocupa em cumprir todas as orientações da Organização Mundial da Saúde para receber e manter alunos em segurança.