Fim de semana é marcado por programas singulares no Unasp

Impacto Social

Escrito por

Redação

Publicado em

06 jun 2016

Neste fim de semana, o Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP), campus Engenheiro Coelho, promoveu dois encontros de destaque no calendário da instituição. Um é o Encontro de Casais com Cristo (ECC) e, o outro, é o Encontro de Jovens Universitários com Cristo (EJUC).

Ambos os programas possuem um estilo diferenciado de programação e adota uma filosofia de manter o sigilo sobre o que acontece no evento. De acordo com o pastor Edson Romero, diretor de desenvolvimento espiritual do campus, o segredo existe porque o participante só entende o impacto do encontro se ele presencia. “Se um terceiro contar, não vai conseguir transmitir tudo o que acontece e o participante não entenderia, não vivenciaria os impactos que o programa traz”, esclarece. No caso, do EJUC, Romero diz que a experiência espiritual do jovem é única, pois o roteiro aborda uma linguagem especifica para a realidade da juventude. “Todos que vão, voltam com uma visão do amor de Cristo que jamais imaginaram. Eles voltam sabendo o quanto é importante segui-lo. Volta surpreso com aquilo que contemplou”, acrescenta o pastor.

Mayara Vieira, que participou pela primeira vez, atesta a eficiência do sigilo e diz ainda que não há adjetivos para descrever o EJUC. “O fato de eu não saber do roteiro da programação, das coisas que acontecem lá, fez toda a diferença, porque me deixou mais aberta a viver às emoções que tem no evento”, enaltece. Ela ainda afirma que o programa “não passou nem perto” do que ela esperava que fosse. “Eles te inserem em um clima que parece que o evento foi feito, exclusivamente, para você. Eu me senti como se o EJUC tivesse sido desenhado pra mim”, comemora a estudante.

No caso do ECC, como o próprio nome já diz, a programação é voltada para os casais e, segundo Jimmy Cardoso, pastor da igreja do campus, a ideia do encontro é a renovação. “O propósito do ECC é guiar o casal a uma nova experiência com Deus e um com o outro”, afirma. Assim como no EJUC, quem participa do ECC também volta com novas perspectivas sobre a vida. É o caso do jornalista Wagner Cantori, que diz ter sentido a diferença. “Valeu muito! Foi uma das experiências mais incríveis que minha esposa e eu já vivemos. Com certeza mudou para sempre o nosso casamento e a nossa vida espiritual”, comemora.

Em ambos os encontros participaram cerca de 400 pessoas.