Festa comemora amizade no campus

Não Classificado

Escrito por

Redação

Publicado em

30 nov 2015

Tradicional em internatos adventistas, a Festa da Amizade, como o próprio nome já diz, comemora os relacionamentos de amizade que se constroem no campus. O costume que começou nos primeiros anos do UNASP campus São Paulo, já inspirou textos de Isolina Waldvogel e músicas como “Vamos Colorir”, de Flávio Santos, e “Amizade”, de Valdecir Lima. O mesmo evento que serviu de inspiração para esses ex-alunos notáveis, despertou a criatividade dos alunos atuais. Um final de semana inteiro dedicado a Festa da Amizade foi a ideia do grêmio estudantil de 2015. O momento fez parte das comemorações do Centenário do UNASP-SP.

Friends Weekend, que significa algo como o final de semana dos amigos, foi o tema da festa que começou na noite de sexta-feira, dia 27 de novembro, no Salão Nobre, logo após ao Culto da Família UNASP. O programa que recebeu o músico Daniel Salles deu início a parte da festa que contou com momentos de oração, meditação, estudo da Bíblia e muita música. Conhecido pelo estilo criativo de trabalhar com música e autor de canções gravadas por corais, grupos e cantores adventistas, Daniel animou os alunos com seu ritmo e os incentivou a se aproximarem de Deus.

Como ex-aluno do UNASP, do campus Engenheiro Coelho, o músico conhece bem o significado da amizade para quem vive em um internato adventista. “Os amigos na vida espiritual de um aluno interno é algo muito importante. Eu quando fui aluno interno, tinha ali meus colegas de quarto e a gente é família até hoje”, afirmou.

No dia seguinte, não foi preciso acordar tão cedo para o café da manhã. Surpresos, os alunos receberam a refeição dentro do próprio quarto. A manhã de sábado ainda reservava outras surpresas. O Salão Nobre se transformou na igreja dos alunos. O principal culto do dia e o programa da Escola Sabatina aconteceram ali mesmo e na companhia dos amigos. O casal Dilson e Débora, cantores da Gravadora Novo Tempo, participaram desse momento especial cantando com os alunos. Estudantes externos e pessoas da comunidade também puderam participar. Logo mais à tarde, foi a vez de discutirem sobre o uso das redes sociais durante o culto jovem que contou com a presença do comunicador e especialista em marketing, Rogério Sorvillo.

A festa continuou durante o domingo. Toda a área onde fica o campo de futebol e a pista de atletismo foi palco de uma grande gincana chamada “No Limite”. Além dos desafios provas e brincadeiras, os alunos se divertiram com futebol de sabão, cama elástica, grande escorregador inflável e experimentaram jogar futebol dentro de uma bolha. Mas foi a aula de zumba que colocou todo mundo para se exercitar ao mesmo tempo. Todos se divertiram ainda mais quando a brincadeira terminou com uma grande explosão de cores. Ao sujarem uns aos outros, a festa rendeu muitas risadas, fotos e selfies compartilhadas nas redes sociais com as hastags #friendsweekend e #unasp100anos.

“Foi a melhor festa desde que cheguei aqui, em 2012. Eu brinquei, conversei e tirei fotos com pessoas que provavelmente eu nunca falaria na vida. Fiz muitas novas amizades e agora tenho uma rede maior de amigos”, conta a estudante de Psicologia, Gleiciane Damasio.

Nos últimos anos, as edições da festa aconteciam ou em uma chácara com piscina e boa comida ou em parque aquático. Os alunos aprovaram a nova ideia de fazer a festa sem sair do campus. “Parque aquático é muito bom, mas é aquela coisa, cada grupo fica no seu canto. Essa festa meio que uniu todo mundo, sei lá. Eu e muitos amigos gostamos”, definiu Laís Dantas que também cursa Psicologia.

O domingo da Festa da Amizade só terminou com um luau em estilo havaiano que aconteceu no Campo de Piquenique. Depois de um dia quente e cheio de atividades, a noite o momento foi para relaxar, ouvir música ao vivo, comer coisas saborosas e o mais importante de tudo, a companhia dos sempre presentes e também dos novos amigos.

“A Festa da Amizade para mim foi especial porque me aproximou de pessoas que eu tinha pouco contato e fortaleceu minha amizade. Foi marcante porque apesar de ter sido dentro do campus, isso foi especial porque fechou com chave de ouro meus últimos momentos como aluna do UNASP”, expressou Erica Braun que em poucos dias estará graduada pelo curso de Pedagogia.

Por Murilo Pereira