Exposição apresenta Centenário do UNASP em mais de 100 telas

Não Classificado

Escrito por

Redação

Publicado em

19 nov 2015

O hall do edifício universitário recebeu no mês de novembro uma exposição inédita. Mais de 100 telas foram distribuídas no espaço por onde circulam centenas de pessoas todos os dias. Cada quadro, desenhado por alunos, expressou mais de 100 olhares diferentes sobre o UNASP campus São Paulo que em 2015 completou 100 anos.

Com o título “Olhares e Impressões da vida na Colina”, flores, pássaros, animais, jardins, diferentes cantos do campus com paisagens antigas e atuais, diversificaram os trabalhos apresentados.

A mostra que permaneceu entre os dias 9 e 19 de novembro, foi construída através da composição de alunos do Ensino Fundamental II e ensino médio do Colégio UNASP e alunos de pintura em telas da Acarte. Peças de artistas experientes também fizeram parte da exposição.

Há 9 anos, os alunos do ateliê de pintura da Acarte, conduzido pela professora Celina Taeko Yoshimura, expõem seus trabalhos para toda a comunidade do UNASP-SP. No ano do centenário da instituição, a proposta foi apresentar os elementos, cotidiano, natureza e história do campus como inspiração para a edição de 2015.

Por esse motivo, os artistas se preparam durante o ano para preparar essas peças. Ficaram livres para fotografar o campus e tiveram acesso ao acervo de fotos históricas. Opções oferecidas para contribuir com a inspiração dos alunos.

Após colocarem essa expressão no pincel e na tela, foram selecionados 66 quadros entre os produzidos pelos alunos do Colégio UNASP. Outras 80 telas foram produzidas através dos alunos da escola de pintura. “Foi muito gratificante olhar o UNASP na visão dos artistas novos que surgem a cada ano nessa escola. É emocionante ver o resultado desse trabalho para eles”, afirmou a curadora da exposição, Cleide Oliveira.

Algumas das telas originais feitas com exclusividade para a ilustração do livro Muito Além do Ensino, marco literário do Centenário do UNASP e impresso pela Casa Publicadora Brasileira, também fizeram parte da exposição UNASP em mais de 100 telas. São peças assinadas pelo artista plástico Devson Lisboa. O mesmo que esculpiu o monumento Jesus, o Mestre dos Mestres que se encontra na Praça do Centenário.

“Foi muito gratificante ver o olhar de tanta gente que acabou aumentando a sua paixão pela escola, pelo simples fato de gastar o seu tempo para produzir uma obra de arte”, descreve Cleide.

Por Murilo Pereira