[ENTREVISTA] XII Jornada Cultural do Unasp-SP expõe nova HQ da Biblioteca Universitária John Lipke

Acontece no Unasp

Escrito por

Sarah Enchn

Publicado em

20 Maio 2019

Pedro Marques (autor da HQ) e Sarah Enchn (repórter).

A Biblioteca Universitária John Lipke, do Unasp São Paulo, promoveu e organizou a XII Jornada Cultural. O evento evento, que ocorreu no dias 23, 24 e 25 de abril, trouxe como temática as novidades do mercado editorial. Foi realizada uma exposição com o foco em Histórias em Quadrinhos (HQ’s), e o lançamento do livro “O amor do andar de cima”, do Dr. Marco Aurélio Brasil Lima, advogado e ex-aluno do Unasp-SP. Na exposição foi divulgada também a mais nova HQ da Biblioteca, contando as histórias dos usuários. O idealizador do projeto foi o monitor Pedro Marques que conta abaixo um pouco sobre a história da Jornada Cultural e de “Lipke e sua turma”.

Repórter – Como surgiu a ideia de fazer uma jornada cultural com foco em HQ’s?

Pedro Marques – A Biblioteca estava à procura de um tema que alcançasse tanto o público mais jovem quanto o mais experiente, algo que chamasse a atenção de ambos os púbicos, mas que ao mesmo tempo apresentasse algo novo, algo de curioso… Foi assim que veio à mente em um momento de reflexão a seguinte pergunta: “o que fez parte da minha infância que faria eu parar para ver hoje? ” E a resposta foi quase que instantânea, HQ’s!  Quem não ama os clássicos turma da Monica, Mafalda, Nosso Amiguinho …? Então vimos a possibilidade de oferecer aos usuários, tanto a nostalgia quanto um mergulho nas personalidades dos heróis que estão cada vez mais em alta; porém, apresentando o verdadeiro Herói, Aquele que não necessitou de armaduras, se contaminou com energia gama, não tinha um martelo mágico para salvar o mundo… Jesus!

R – Por que você decidiu fazer tirinhas sobre a Biblioteca?

P. M. – Quando falamos “Biblioteca” o que vem em nossas mentes? Geralmente o que os filmes de Hollywood insinuam, um lugar um pouco tedioso, com uma senhora fazendo “xiiii” toda hora… Entretanto, não é bem assim, e realmente existem situações engraçadas que acontecem no dia a dia de um estudante na Biblioteca. Por isso criei o Lipke; ele e seus dois melhores amigos mostraram um pouco desses momentos, pois a Biblioteca ainda é a melhor fonte de conhecimento e pesquisa, e o conhecimento não precisa ser chato como os filmes falam!

R – Qual foi a sua inspiração para a criação dos personagens?

P. M. – Na criação, eu queria formas que remetessem ao que é a Biblioteca para mim, por isso todos têm formas circulares… o círculo é a forma geométrica perfeita e como o conhecimento sempre se renova, nunca tem fim, fiz a analogia… Contudo, cada um com características próprias: Lipke foi baseado no fundador da Biblioteca Universitária deste campus, Pastor John Lipke, tendo como traço de semelhança seu belo bigode. Já o melhor amigo de Lipke, cujo o nome é John, foi inspirado em John Boehm, fundador da Instituição, e como traço característico temos seus charmosos óculos redondos. E.… temos a graciosa Traça completando o trio. Ela é um ícone das bibliotecas… Por fim, cada um representa um estilo de estudante: o Lipke, o estudioso e amante da literatura; o John, aquele que até faz, mas meio preguiçoso; e a Traça, o clássico estudante bagunceiro e fanfarrão.

R – Qual o futuro das HQ’s do Lipke?

P. M. – A princípio temos como ideia elaborar uma tirinha a cada mês e expô-la em nosso mural, cada uma com uma situação diferente, de temas variados, editada de forma permanente, pelo menos até eu me formar (risadas).

 

HQ de Pedro Marques, “Lipke e sua turma”.