Ensino Religioso do Unasp passará por mudanças acadêmicas até 2020

Acontece no Unasp

Escrito por

Mairon Hothon

Publicado em

01 jul 2019

Crédito imagens

Shutterstock

Como parte integrante a todos os cursos de Graduação do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), a disciplina de Ensino Religioso vai passar por modificações até o final de 2020. Um grupo de estudos formado por professores, alunos e funcionários estão analisando quais as atuais demandas que estudantes, sociedade e a própria Igreja Adventista tem apresentado frente a esse assunto.

Segundo o coordenador da Faculdade de Teologia, profº Adriani Milli, a adequação se faz necessária de tempos em tempos para melhor caracterização do ensino na realidade dos alunos. “Essa análise é algo saudável para vermos quais os pontos que precisamos melhorar ou maximizar do ensino religioso, já que é uma disciplina obrigatória oferecida semestralmente a todos os cursos da graduação”, explica o coordenador do grupo de estudos.

“A ideia do Ensino Religioso é adequar a necessidade dos alunos, professores e da mantenedora que é a Igreja Adventista”, comenta pastor Adriani Milli.

O estudo que começou em maio deste ano está dividido em partes como debates do que é ensinado em sala de aula, qual a perspectiva filosófica da disciplina, revisão do referencial teórico, análise da gestão que coordena a disciplina e a elaboração de um novo projeto de ensino. No próximo ano serão debatidos a elaboração de um novo currículo do Ensino Religioso e o corpo docente que ministrará tais aulas.

“A ideia é que o Ensino Religioso seja um assunto interdisciplinar, com professores de titulação específica e intelectual da área para que tenha propriedade no assunto. Esse debate serve para alinharmos as expectativas da mantenedora do Unasp, que é a Igreja Adventista, junto a atuação dos pastores e professores nos campi”, finaliza.