Dilúvio e Criação são temas de palestra feita por Doutora em arqueologia bíblica

Cultura e Ciência

Escrito por

Jota Terres

Publicado em

16 nov 2018

Crédito imagens

Jota Terres

Dra. Christie Chadwik, professora no Unasp, foi uma das palestrantes do II Congresso Internacional de Arqueologia Bíblica  

Aproximadamente cento e cinquenta anos após a descoberta de George Smith de um artefato que continha um relato semelhante a história do Dilúvio Bíblico, chamado tabuleta de Nínive por George Smith, o assunto ainda instiga curiosidade na humanidade nos quatro quantos do planeta. Este relato, foi um dos temas explanados pela Dra. Christie Chadwick em seu workshop: Os épicos de mesopotâmicos e o Dilúvio.

Dra. Christie fez parte do seleto grupo de palestrantes, arqueólogos, pesquisadores e antropólogos que estiveram reunidos no Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp) em Engenheiro Coelho, para apresentarem seus materiais da área no segundo Congresso Internacional de Arqueologia Bíblica.

Além da tabuleta de Nínive, a pesquisadora explanou sobre O Épico de Gilgamesh, O Dilúvio de Utnapishtim, Eridu Gênesis, Atrahasis, A lista Real Sumeriana e o Dilúvio Grego. Todos achados arqueológicos que relatam sobre o Dilúvio e/ou a Criação. “Eu creio que estes relatos apontam para uma memória coletiva de vários povos que estão contando a mesma história só que de perspectivas diferentes, assim, interpretando os eventos que aconteceram” declara a Dra. Christie.

José Geraldo Mendonça está participando pela segunda vez do congresso científico. Ele e sua esposa, Hebe Gomes da Silva são líderes da Comunidade Apostólica El Shaday em Duque de Caxias (RJ). “Estou deslumbrado com o teor da palestra. Fiz questão em vir estes anos novamente, porque desta forma, a gente consegue aprender ainda mais sobre as diversas cosmovisões que existentes no mundo e assim conseguir repartir a Palavra da melhor forma”, afirma.

Letícia Miola é estudante universitária de História do Unasp. Ela optou por ficar no colégio ao invés de ir para casa no recesso só para usufruir das palestras do congresso. “Este tema despertou minha curiosidade e interesse. Pude analisar o quanto uma interpretação de uma mesma história pode dizer sobre a mentalidade de um povo. A cada encontro, fico cada vez mais instigada pela temática” diz Leticia.

Christie Chadwick é Bacharel em História, Mestre em arqueologia e línguas bíblicas e PhD em Arqueologia Bíblica do Antigo Testamento. Participou de escavações arqueológicas na Jordânia. Atualmente, é professora de Antigo Testamento, Hebraico, Arqueologia e História do Antigo Oriente no Centro Unasp.