Desfile e comemorações pelo Centenário do UNASP-SP marcam Dia D

Não Classificado

Escrito por

Redação

Publicado em

19 out 2015

Um costume antigo registrado nos anuários e na memória de quem viveu anos inesquecíveis, voltou ao presente no UNASP campus São Paulo. Os desfiles repetidos desde 1950 para comemorar o aniversário do Colégio Adventista Brasileiro, foram reproduzidos na manhã do último domingo, dia 18 de outubro. Oportunidade para contar uma história que completou 100 anos.

Meninos e meninas, estudantes da Educação Básica, interpretaram homens e mulheres corajosos que no início do século 20 enfrentaram inúmeros desafios para cumprir a missão de educar e que também influenciaram gerações de adventistas no Brasil. Foram esses personagens quem abriram o desfile, puxando uma fila com mais de 1500 alunos do Colégio UNASP.

“Como ex-aluna aqui do UNASP, esse desfile me relembrou a época em que eu vim para o colégio há algumas décadas atrás. Quando eu pude presenciar o último desfile que foi há 25 anos atrás. Agora, no Centenário, nós trouxemos esse desfile para recordar a história da escola”, conta a professora Marcia Azevedo que coordenou as atividades e os preparativos para o desfile. Foram meses de ensaio e planejamento.

Os alunos menores apresentaram os frutos de uma terra produtiva. Quando frutas, legumes e verduras eram recolhidos em abundância numa época em que o gado para a produção de leite do colégio era vencedor de concursos da raça holandesa. Foi também nesse campus que surgiu a indústria de alimentos Superbom com o suco de uva integral que passou a ser consumido em todo o Brasil.

“Tinha muita gente diferente. Eu vi roupa da China e do Japão. Tinha também roupa de alemão que é bem parecida com essa. Foi bem legal”, afirmou Isabela Distler aluna de 9 anos que participou do desfile usando um vestido típico do estado do Rio Grande do Sul.

A ala que representou os primeiros cursos superiores, mostrou o início da expansão universitária do ensino Adventista. Durante décadas esse foi o único local para a formação de pastores, educadores e enfermeiros adventistas no Brasil. “Daqui saíram, pastores e professores que hoje, em outras regiões do Brasil e do mundo, estão formando outros professores, pastores e pessoal da área da saúde, como enfermeiros. Temos a grata satisfação e alegria de perceber que através do trabalho que foi realizado aqui a missão da educação adventista, da obra médico-missionária e da área ministerial continua sendo cumprida pelo Brasil e pelo mundo”, considerou o diretor da escola básica, Jefferson Andrade.

No ano do Centenário do UNASP-SP, a Educação Adventista na América do Sul comemora 120 anos. Atualmente mais de 300 mil alunos ocupam as salas de aula de centenas instituições de ensino que assim como o UNASP acreditam no futuro de crianças e jovens. Uma influência sem fronteiras que assim como creram os pioneiros, contribui para o cumprimento da missão em qualquer lugar do mundo através da educação.

Para o diretor geral do UNASP-SP, Douglas Menslin, o resgate histórico da instituição mostra também a participação da educação na formação da estrutura da Igreja Adventista do Sétimo Dia. “Entendemos que assim como o UNASP cumpriu o seu papel sendo a primeira instituição de ensino adventista em solo brasileiro. Cem anos depois continua cumprindo seu papel na formação de líderes da área de saúde como de outras áreas da igreja também.

Carla de Araújo conta que todos os anos vem para a escola no mês de outubro para acompanhar as apresentações do filho. O evento conhecido como Dia D anualmente traz atrações culturais apresentadas pelos próprios alunos no dia em que os pais estão na escola para renovarem as matriculas dos filhos. O desfile do Centenário foi a principal dessa edição. “Eu me vi lá. Eu também estudei aqui em 1991 e enxergar a evolução do colégio foi uma coisa surpreendente. Foi muito emocionante, claro. Principalmente ver ele desfilando”, enfatizou a mãe e enfermeira formada pela Faculdade Adventista de Enfermagem, FAE.

O desfile teve ainda a participação do clube de Desbravadores Pioneiros da Colina que em 2015 está comemorando 50 anos e a fanfarra do clube de Desbravadores Águia Real do município de Taboão da Serra, região metropolitana de São Paulo.

No período da tarde, as comemorações continuaram na quadra do ensino fundamental. Com coreografias e caracterizações especiais, os alunos menores representaram e homenagearam os cursos de graduação do UNASP-SP. “É um incentivo para que ele possa vir sempre. Com certeza, tudo o que a escola faz, tem ajudado e colaborado muito para o desenvolvimento deles”, considerou Alexandre Caudas, que prestigiou a apresentação do seu filho.

O domingo de atividades especiais e em comemoração do Centenário do campus terminou a noite com a reapresentação do sarau Faço Parte desta História. Apresentado pelos alunos do 9º ano, o evento resgatou diversas histórias, curiosidades, costumes e figurinos que nos últimos cem anos marcaram a história da instituição.

por Murilo Pereira