Curso de arquitetura premia alunos em concursos

Não Classificado

Escrito por

Redação

Publicado em

23 out 2015

Na segunda feira, 19 de outubro, os alunos de Arquitetura e Urbanismo do Unasp, campus Engenheiro Coelho, se reuniram no auditório do residencial feminino para saber os vencedores dos concursos “É de tirar o chapéu” e “Requalificação Urbana da Estação Rodoviária de Conchal”. Os dois projetos tiveram início na semana do curso, que aconteceu no mês passado. Além de comemorar as vitórias, foram relembrados os aprendizados vividos na viagem às cidades históricas de Minas Gerais.

O concurso “É de tirar o chapéu” envolveu a criação de chapéus desde o estilo greco-romano até a modernidade. Os próprios alunos desenvolveram as peças e cada uma delas foi apresentada em um desfile, ocorrido na semana do curso. Desde então, a votação estava aberta ao público, por meio de fotos publicadas na página do curso. A foto mais curtida ganharia o concurso. Os vencedores criaram uma releitura da Casa Batlló, Art Nouveau, de Antoni Gaudi.

Outro projeto foi desenvolvido durante a Semana de Arquitetura. Os alunos foram desafiados a criar um projeto de revitalização para a antiga estação ferroviária. O local, que está em situação de abandono, fica na cidade de Conchal, próxima ao Unasp-EC. Os alunos tiveram uma semana para desenvolver um projeto arquitetônico, maquete eletrônica e maquete física.

Além de recuperar o prédio, os alunos propuseram a criação de outros espaços anexos, como anfiteatros, praças e locais para caminhada. Segundo os jurados, foi difícil escolher o vencedor, devido ao alto nível dos projetos, mas o grupo “Arquitech” foi o vencedor da vez. Segundo o Coordenador do curso, Eduardo Manfredini, “é importante que os alunos entendam a requalificação urbana e como ela é positiva para a comunidade”.

Além dos projetos desenvolvidos, os alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo tiveram a oportunidade de viajar até Minas Gerais e conhecer de perto as cidades históricas da região. A professora Janaína Xavier foi uma das organizadoras do passeio e reuniu alguns alunos, na noite do evento, para discutirem sobre os aprendizados adquiridos. Um dos pontos mais abordados foi a diferença entre as gestões públicas e privadas nos patrimônios culturais visitados.

Wallisson Azevedo esteve no passeio às cidades históricas de Minas. O aluno, que é mineiro de Belo Horizonte, conta que este passeio o fez ver seu estado de uma maneira nunca antes vista. “Eu já conhecia todos estes lugares. Mas foi nesta viagem que eu vi Minas por um olhar que o curso de arquitetura me proporcionou ter. O impacto visual foi novo e muito positivo”, admite. Segundo os coordenadores do curso, a próxima viagem didática será para três cidades da Espanha e acontecerá em julho de 2016.