Assembleia Legislativa de São Paulo homenageia centenário do Unasp

Não Classificado

Escrito por

Redação

Publicado em

18 ago 2015

Na manhã desta segunda, 17 de agosto, a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo realizou sessão solene para homenagear o Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp) pelo centenário completado em 2015.

O campus da instituição localizado na zona sul da capital paulista foi instituído em 1915. Desde então, além de mudar a vida dos alunos que por lá passaram, o Unasp realizou parcerias com o governo que beneficiaram a comunidade que vive próximo ao campus. Entre elas, destacam-se os acordos que possibilitaram ao Unasp gerir por 14 anos o Programa Saúde da Família (PSF) no bairro de Capão Redondo, que tem cerca de 289 mil habitantes, e a implantação da unidade do restaurante Bom Prato em Santo Amaro, que serve 2,8 mil refeições diárias.

A sessão solene, reuniu autoridades civis e religiosas no principal plenário da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Durante a homenagem, eles puderam conhecer o trabalho realizado no Unasp.

A solenidade foi proposta pelo deputado Campos Machado (PTB), que também presidiu a sessão. Em seu discurso, Machado defendeu que o amor, família e a crença em Deus devem ser sempre valorizados na educação. “Tenho um profundo e imenso respeito pela Igreja Adventista a qual fez por merecer a admiração que por ela existe em todo o mundo. Com dedicação, trabalho e com amor, surgiu esta instituição – o Unasp – que é um exemplo a ser seguido por quem tem nos horizontes da vida a luta por uma educação mais condizente com a nossa sociedade”, relata Campos Machado ao justificar a convocação da reunião.

Durante a homenagem, os alunos do Unasp tocaram o hino nacional usando sinos e cantaram músicas cristãs. “EU nunca imaginei que o hino nacional pudesse ser tocado usando apenas sinos”, destacou Aloísio de Toledo César, Secretário de Justiça do Estado de São Paulo, que na ocasião representou o governador do Estado, Geraldo Alckmin.

Unasp

O Unasp foi uma das primeiras instituições de ensino adventista no Brasil. No seu início, em maio de 1915, a instituição atendia pelo nome de Colégio Adventista Brasileiro e tinha uma extensa área rural a 20 km da capital paulista. Um século depois, a instituição teve seu terreno reduzido e sufocado pelo crescimento urbano, além de ter passado por mudanças de nome: recebeu o nome de Instituto Adventista de Ensino (IAE) e hoje é um dos 4 campi do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp). [Equipe ASN, Lucas Rocha, com colaboração de Murilo Bernardo e Ana Paula Ramos]